terça-feira, fevereiro 20, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Falsa pediatra investigada após morte de criança de 7 anos é indiciada por homicídio culposo em MT

    Confresa:- Uma falsa pediatra acusada de negligencia médica, após a morte de uma criança de 7 anos, foi indiciada por homicídio culposo, exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica, nessa terça-feira (30), a 1.160 km de Cuiabá.

    A TV Centro América entrou em contato com o Conselho Regional de Medicina (CRM), mas, até a publicação da reportagem não obteve retorno.

    O caso foi registrado no hospital municipal, em maio de 2023. A criança, que estava sob os cuidados da médica, morreu após cinco dias de internação.

    À Polícia Civil, os familiares da vítima denunciaram que houve negligência durante o tratamento, relatando informações que despertaram suspeitas sobre a atuação da profissional como pediatra.

    Investigações
    Durante as investigações, foram encontrados indícios de negligência e imperícia no atendimento à criança, o que sugeriu que esses elementos podem ter sido determinantes para a morte da criança.

    Ainda de acordo com as investigações, além do erro médico, ficou constatado que a falsa pediatra estava envolvida em prática ilegal da medicina, uma vez que ela defendia repetidamente ser especialista em pediatria, informação que revelou ser falsa.

    Lei
    Conforme a Lei 3.268/57, um médico registrado no Conselho Regional de Medicina pode exercer a medicina em sua plenitude, mesmo sem especialização, no entanto, a divulgação de especialidade é permitida apenas aos médicos que possuem título de especialista registrado no Conselho.

    De acordo com a lei, a médica ultrapassou os limites legais da profissão.

    O Conselho Regional de Medicina também foi informado pela Polícia Civil para adoção das providências administrativas cabíveis.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL