terça-feira, maio 28, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Exército: 15% da tropa teria recusado vacinas

    E a relação entre militares e vacinas promete outra irritação para Bolsonaro. Segundo Guilherme Amado, o Exército estuda não renovar o contrato de militares temporários, hoje 70% do efetivo, que não se vacinarem.

    A estimativa é de 15% da tropa recusou o imunizante. A medida integraria o esforço do Exército para conter a covid-19, iniciado com a diretriz assinada pelo comandante da Arma, general Paulo Sérgio Nogueira, determinando a vacinação de militares e os proibindo de disseminar notícias falsas sobre a pandemia.

    Bolsonaro, conta Igor Gadelha, ficou irritado com ambas as determinações, o que levaria o Exército a publicar uma “nota de esclarecimento” que ainda não saiu. O presidente nega intervenção na Arma, mas diz que a vacinação de militares não será obrigatória.

    Redação com Meio

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    PREF.RONDONÓPOLIS-PRESTAÇÃO CONTAS SAÚDE

    FESTA DAS NAÇÕES 2024

    BRASIL