quinta-feira, abril 11, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Entenda por que Daniel Alves não pode usar fortuna para pagar fiança

    Mesmo com patrimônio avaliado em cerca de 60 milhões de euros (R$ 324 milhões), o ex-jogador de futebol Daniel Alves, condenado por estupro na Espanha, se vê com um problema. Apesar de ter conseguido a liberdade provisória para aguardar a decisão final sobre a sentença fora das grades, ele não consegue acesso às contas bancárias.

    A fiança para a liberdade foi estimada em 1 milhão de euros (cerca de R$ 5,45 milhões). Caso o valor não seja depositado, Daniel Alves deve permanecer preso durante todo o processo. Mas por que o ex-jogador está impedido de movimentar parte do dinheiro que possui?

    Em razão de uma disputa judicial no Brasil com a ex-esposa, Dinorah Santana. O processo é referente à pensão alimentícia dos dois filhos do ex-casal.

    Bloqueio de bens

    De acordo com a defesa de Dinorah Santana, os bens de Daniel Alves não foram bloqueados integralmente.

    “Esclarecemos que não há nenhum processo envolvendo a Dinorah Santana e o ex-jogador Daniel Alves que trate de questão patrimonial, e que o único processo que trata de valores é a execução de alimentos, em favor dos filhos comuns”, afirmou a advogada Izabel Bajjani, representante de Dinorah, em nota enviada ao GE.

    Segundo ela, “todo e qualquer bloqueio está limitado ao valor da ação” e que a notícia de bloqueio integral do patrimônio do ex-jogador é “desarrazoada”, “não sendo possível divulgar maiores informações acerca do caso, uma vez que este tramita em segredo de Justiça”.

    Ele também teve bloqueio de valores na Espanha desde a acusação de estupro. A 21ª Seção do Tribunal de Justiça de Barcelona aceitou o pedido de liberdade provisória feito pela defesa de Alves, com a condição de pagamento de fiança.

    Daniel Alves tinha dívida de 500 mil euros (R$ 2,7 milhões) com o Ministério da Fazenda espanhol e duas contas no país, sendo uma com 50 mil euros (R$ 272 mil) e outra com saldo negativo de 20 mil euros (R$ 109 mil).

    Há ainda uma possibilidade de que o Fisco Espanhol deposite um ressarcimento de 1,2 milhão de euros (aproximadamente R$ 6,45 milhões) para o jogador.

    O dinheiro aparece por conta de uma ação que ele abriu contra o órgão do país por não concordar com a tributação dos valores cobrados pelos serviços de intermediação do agente Joaquín Macanás, durante a renovação de contrato com o Barcelona entre 2013 e 2014. Até o momento, o depósito não foi feito.

    Daniel Alves recorre a amigos

    De acordo com os jornais La Vanguardia, El Periódico e ABC, o jogador tentou recorrer novamente a Neymar da Silva Santos, pai do atacante Neymar, para obter os valores da fiança. O empresário, no entanto, divulgou nessa quinta-feira (21/3) uma nota na qual nega a ajuda.

    Foi do pai de Neymar a transferência dos 150 mil euros (R$ 817 mil), encaminhados à Justiça espanhola como indenização antecipada à denunciante, que influenciou na pena de quatro anos e meio, menor que a prevista.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL