Eleições 2020: Eleitores com deficiência visual devem levar fone de ouvido no dia de votação

Eleições 2020: Eleitores com deficiência visual devem levar fone de ouvido no dia de votação

Eleitores com deficiência visual deverão levar fone de ouvido no dia da votação, marcada esse ano para o dia 15 de novembro (1º turno). De acordo com medidas de segurança sanitária, recomendadas por especialistas de saúde, cada eleitor deve levar seu próprio fone de ouvido e não compartilhar o equipamento com outras pessoas. 

Além disso, todas as urnas eletrônicas estão preparadas para atender pessoas com deficiência visual, com sistema braile e identificação da tecla número cinco nos teclados.  

É possível utilizar também o alfabeto comum ou o braile para assinar o caderno de votação ou assinalar as cédulas, se for o caso. Também é assegurado o uso de qualquer instrumento mecânico que portar ou lhe for fornecido pela mesa receptora de votos.

Outros mecanismos para garantir a acessibilidade no dia das eleições municipais também estão sendo tomados pela Justiça Eleitoral. Entre eles, o atendimento prioritário a pessoas com deficiência, com mobilidade reduzida, com idade igual ou superior a 60 anos, gestantes, lactantes e pessoas com crianças de colo.

O eleitor com deficiência pode requerer a transferência do local de votação para uma seção especial que possa atender melhor às suas necessidades, como uma seção instalada em local com rampas ou elevadores. 
 

Fonte: Brasil 61

Sobre o Autor

Talvez você também goste

ALCOLUMBRE QUESTIONA AÇÃO DA PF NO SENADO

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, questionou duramente a ação da Polícia Federal, que de posse de um mandado assinado pelo ministro Luís Roberto Barroso entrou na Casa para vasculhar

Mato Grosso

PSB REALIZA CONVENÇÃO DIA 12 PARA ELEIÇÃO AO SENADO EM MT

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nos termos do Estatuto do Partido socialista Brasileiro (PSB) e da legislação em vigor, ficam convocados por este edital os Membros do Diretório Estadual, Conselho Fiscal e

Notícias 0 Comentários

TJ/MG manda indenizar Consumidora que adquiriu bombom com larvas

Consumidora que, ao consumir bombom, se deparou com larvas dentro do produto será indenizada por danos morais. Decisão é da 17ª câmara Cível do TJ/MG. Consta nos autos que a