sábado, junho 22, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Dino permanece como ministro da Justiça até janeiro

    Flávio Dino irá permanecer como ministro da Justiça até janeiro. A informação foi confirmada pelo presidente Lula (PT) durante reunião ministerial nesta quarta-feira, 20. Um dos motivos, de acordo com petista, é Dino participar como ministro de um evento em memória aos atentados do 8 de janeiro.

    “Ele vai ficar como ministro até o dia 8, porque dia 8 nós estamos convidando um ato, sabe? Para lembrar a tentativa de golpe no dia 8 de janeiro. Nós estamos tentando convocar um ato, que vai ser convocado por mim, pelo presidente da Suprema Corte, pelo presidente do Senado, e pelo presidente da Câmara”, disse Lula.

    Flávio Dino teve a indicação para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovada pelo senado no início de dezembro. A posse dele na Corte, entretanto, ficou para o próximo ano. A previsão é de que ocorra em fevereiro.

    Como Dino havia sido eleito senador nas eleições de 2022, havia possibilidade de que ele pedisse exoneração do cargo de ministro para assumir o mandato até a posse na suprema corte.

    Ainda ao falar de Dino, o presidente comentou sobre o que entender ser a postura de um ministro do Supremo. “Ali, meu caro Flávio Dino, com a tua competência, só tem uma coisa que você não pode trair: é o seu compromisso com o povo brasileiro e o seu compromisso com a verdade. Um ministro da Suprema Corte não tem que ficar dando entrevista, não tem que ficar dando palpite sobre os votos. Ele fala nos autos do processo e é isso que interessa para quem recorre à Suprema Corte”, falou.

    Lula também fez piada com o fato de Dino se dizer comunista. “Segundo a extrema-direita, [Dino] foi o primeiro comunista a assumir a Suprema Corte. E eu espero que seja um comunista do bem. Que tenha amor, carinho, e sobretudo, que seja justo. Porque ali não pode prevalecer apenas a visão ideológica.”

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL