Deputado Thiago Silva trabalha pela instalação de novo Detran na Vila Operária

Deputado Thiago Silva trabalha pela instalação de novo Detran na Vila Operária

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) cobra a instalação de uma nova agência do Detran na grande Vila Operária em Rondonópolis. Thiago vem trabalhando desde o mandato de vereador para implantação da unidade, e como deputado apresentou a indicação 4300/2.019 na Assembleia Legislativa, para atender milhares de pessoas que residem na grande região da Vila Operária em Rondonópolis.

O parlamentar esteve em reunião com o presidente do Detran Gustavo Vasconcelos fazendo esta cobrança e a diretoria da instituição enviou servidores para procurar e fazer a avaliação de imóveis na região.

“Cerca de 40% dos veículos de Rondonópolis concentram na Vila Operária e essa é a nossa luta desde os tempos de vereador. Estamos acompanhando de perto para que o Detran possa ampliar o atendimento e atender a população da Vila Operária, trazendo maior comodidade para a população de mais de 60 bairros”, disse o deputado Thiago.

O Diretor Gustavo confirmou que o pedido é justo, e a indicação será atendida, pois a luta do deputado Thiago Silva é antiga, pois a Vila Operária é a região que concentra a maior quantidade de veículos do município.

Assessoria

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

PESQUISA MOSTRA OPINIÃO DOS BRASILEIROS SOBRE MAIORIDADE PENAL, ABORTO E ÍNDIOS

A nova pesquisa Datafolha começa a detalhar como os brasileiros se sentem em relação às questões sendo debatidas na sociedade. 60% discordam da redução de terras indígenas. O apoio a

Notícias 0 Comentários

MALANDRAMENTE “A TRABALHO”: VEREADOR RENIVALDO DE CUIABÁ ACOMPANHA COPA NA RÚSSIA

Desde a semana passada na Rússia, onde, nesta quarta-feira (27) deve acompanhar de perto o jogo entre Brasil e Sérvia, o vereador por Cuiabá Renivaldo Nascimento (PSDB) justificou sua ausência

Mato Grosso

Sapezal | Filha do presidente da Câmara e esposa de servidor comissionado receberam auxílio emergencial

O Auxilio Emergencial, estabelecido pela Lei Federal 13.982/2020, popularmente conhecido como “Corona Voucher”, vem sendo criticado por permitir a solicitação e muitas vezes pagamento de pessoas com poder aquisitivo superior