Deputado destaca projeto Missão Cidadão de Rondonópolis e homenageia voluntários

Deputado destaca projeto Missão Cidadão de Rondonópolis e homenageia voluntários

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso aprovou nesta quinta-feira (16), o requerimento do deputado estadual Thiago Silva (MDB) para conceder Moção de Aplauso para o projeto Missão Cidadão de Rondonópolis. A iniciativa é desenvolvida pelo Conselho de Entidades, formado por 14 representações de diversos setores, que visa promover ações de prevenção e diagnóstico da Covid-19.
Thiago Silva não tem poupado elogios para o Missão Cidadão. O parlamentar lembrou que com apenas dez dias atuando na cidade, o grupo já atendeu mais de 2,5 mil pessoas. “O trabalho preventivo é de extrema importância. Dessa quantidade de pessoas atendidas, 600 apresentaram sintomas do covid e foram encaminhadas para avaliação médica. É dessa forma, unindo forças, que vamos vencer essa terrível doença”. 
O projeto com foco nas pessoas em condição de vulnerabilidade realiza triagem em vários pontos da cidade, com possibilidade de consulta médica e até medicação. ”A sociedade cansou de esperar uma resposta do poder público está fazendo a diferença. Vamos homenagear esses verdadeiros heróis. Esse projeto tem meu apoio e estou disponível para ajudar no que for preciso. Rondonópolis precisa caminhar de braços dados neste momento tão delicado”.

Assessoria

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Política

DELEGADO CLAUDINEI IRÁ COMPOR MESA DIRETORA DA ALMT

Na tarde da segunda-feira (08) foram definidos os nomes dos deputados estaduais, que irão compor a Mesa Diretora, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), os nomes são: Presidente: Eduardo

Destaques 0 Comentários

Loteria da morte: homem é preso por matar casal que ganhou prêmio de R$ 1,4 milhão

Lauro Rosa Bueno, de 30 anos, foi preso pela Polícia Interestadual (Polinter) acusado de ter sequestrado e matado um casal que ganhou na loteria. O caso, que ficou conhecido como Loteria

Destaques 0 Comentários

JUSTIÇA LENTA: PROCESSO ABERTO EM 1895 SE ARRASTA ATÉ HOJE

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) adiou para 6 de dezembro o julgamento de uma ação que trata da posse do Palácio da Guanabara, atual sede do governo do Rio