CUIDADO COM O “NÓ CEGO” DE RONDONÓPOLIS

CUIDADO COM O “NÓ CEGO” DE RONDONÓPOLIS

Um parlamentar em Rondonópolis, que não é marinheiro de primeira viagem, pelo contrario tem muita experiência, está deixando um empresário da cidade e outrora seu amigo e companheiro bastante indignado.

Segundo informações passadas ao Marreta Urgente, o empresário espera há pelo menos nove anos, receber uma quantia emprestada para campanha do dito cujo na ocasião.

No entanto nem um “tchau obrigado” ou ‘me engana que eu gosto” saiu daquele bolso até hoje. E não foi por falta de cobrança, assegurou o empresário.

Eu não pretendo acionar a justiça, como outros que fizeram e já receberam, e do jeito que vai essa dívida acaba caducando. E posso esquecer. O tal do “politico nó cego” é complicado. Pode ser que lendo o recado ele resolva me pagar, afinal não preciso dizer o nome dele, ele sabe bem a quem deve”. Disse o empresário.

A Bíblia não proíbe pedir dinheiro emprestado, mas ensina que não é uma boa ideia ficar endividado. Dívidas essencialmente nos tornam escravos daqueles a quem devemos.

Se o credor resolver acionar a justiça, todos ficaram sabendo que é o politico caloteiro. Parafraseando o filme” NÓS SABEMOS A QUEM VOCÊ FICOU DEVENDO NAS ELEIÇOES PASSADAS”.kkk

Por enquanto Marreta Neles!

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

CANDIDATO A DEPUTADO PELO PSOL GASTOU DINHEIRO DO FUNDO ELEITORAL EM CERVEJA (VÍDEO)

O ex-candidato a deputado federal pelo PSol de Sergipe Claudinei Rodrigues dos Santos, conhecido como Passo Preto, enfrenta uma saia justa. Durante a campanha eleitoral do ano passado, ele gastou

Notícias

Bandidos levaram o carro e pertences de idosa em plena luz do dia

Uma senhora de 75 anos, tem o veículo Fiat Cronos roubado por dois criminosos. O flagrante aconteceu por volta das 09h30, desta terça-feira (25) no bairro Bosque da Saúde na

Notícias

COVID-19: médica e pesquisadora da Fiocruz fala sobre desinfetar sacolas de mercado

Após quase dois anos do primeiro caso confirmado de infecção por covid-19, a ciência se aprofunda e entende o vírus de forma cada vez mais aprofundada. Ações e métodos tido