sábado, abril 20, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Criança de 4 anos é agredida por pai de colega em escola no MS

    Pleno.News – 12/03/2024 18h22 | atualizado em 12/03/2024 18h49

    Vídeo mostra homem agredindo criança em escola Foto: Reprodução/Câmeras de Segurança
    A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul investiga um homem que teria invadido uma escola de educação básica na capital Campo Grande e agredido uma menina, de 4 anos, nesta segunda-feira (11). O caso está sendo apurado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

    A agressão ocorreu nesta segunda quando crianças entravam na escola para iniciar as aulas. A menina chegou e abraçou rapidamente o colega, filho do agressor. Momentos depois, vídeos de câmeras de monitoramento mostram o homem invadindo a escola. Em seguida, ele empurra a menina e fala algo enquanto mantém o dedo em riste. A sequência das imagens mostram o agressor indo embora do local com o filho.

    Segundo Lione Balta, advogada da família responsável pela criança agredida, os pais estão muito abalados com a situação.

    – Ninguém sabe o motivo. Não tem uma explicação plausível para o que aconteceu – afirmou.

    Servidores da Escola Municipal Professora Iracema de Souza Mendonça, testemunhas da agressão, prestaram depoimento logo após o ocorrido. Segundo afirmou a diretora da instituição à polícia, o homem já havia pedido ao filho para agredir a menina.

    A Polícia Civil não divulgou informações prestadas pelo agressor em depoimento.

    Em nota, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que está acompanhando o caso e que deu todo apoio às famílias envolvidas.

    Confira na íntegra:

    A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa que os fatos aconteceram na manhã de ontem (11), na unidade mencionada. De acordo com o que foi apurado, o pai do menino estava no portão de fora da escola e aguardava o filho entrar na sala, quando observou que a colega abraçou a criança e se dirigiu às crianças vindo a empurrar a menina a fim de afastá-la de seu filho.

    Ainda conforme a direção, a GCM (Guarda Civil Metropolitana) foi acionada e acompanhou o caso, sendo que a diretora e o homem foram encaminhados à delegacia, onde o caso foi registrado e está sendo investigado pelas autoridades competentes.


    A Divisão de Acompanhamento Escolar (DAE) da Semed deu todo apoio à diretora da escola e às famílias, e está acompanhamento o caso.
    É importante ressaltar que a Secretaria de Educação presta apoio e solidariedade aos alunos envolvidos e repudia todo e qualquer ato de violência de qualquer natureza e contribuirá com os órgãos competentes na apuração do caso.
    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL