domingo, fevereiro 25, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Coronel aposentado do Exército é alvo de operação contra venda de arma

    A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (26/1) a Operação Acervo Ilegal, em conjunto com a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco), para apurar possíveis crimes de posse e porte ilegal de arma de fogo e também comércio clandestino de armamento, além de apreender armas e munições mantidas em posse irregular.

    O alvo da operação é um tenente-coronel da reserva do Exército e ex-atirador esportivo. Policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do oficial, em Niterói (RJ).

    Investigações realizadas por policiais federais lotados na Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas (Delepat) encontraram indícios de que o homem, de 50 anos, estaria em posse de 33 armas de fogo ilegalmente.

    O militar da reserva teve o registro e autorização de posse de arma cassados pelo Exército Brasileiro em 2023. Ele já havia sido investigado, em 2019, por desvio de armas de fogo enquanto era o chefe do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC), na 1ª Região Militar.

    Durante a deflagração, foi localizado um revólver em situação irregular, o que levou à prisão em flagrante do investigado pelo crime de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. A polícia apreendeu um número considerável de munições, além de outros elementos de prova.

    A Ficco é uma força-tarefa composta pela Polícia Federal e pelas Polícias Militar (PMERJ) e Civil (PCERJ) do Rio de Janeiro, cuja finalidade é realizar atuação conjunta e integrada no enfrentamento ao crime organizado no estado.

    Após os procedimentos de praxe, o preso será encaminhado ao sistema prisional fluminense, onde permanecerá à disposição da Justiça. As investigações prosseguirão com o objetivo de revelar a destinação das demais armas de fogo.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL