quinta-feira, fevereiro 22, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Contas de luz e água devem ficar mais caras em 2024; veja quanto

    As contas de luz e água dos brasileiros devem subir em 2024. No primeiro caso, a estimativa é que o reajuste seja de 5,6% e no segundo, de 18%.

    É o que apontam as projeções divulgadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Associação e Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (Abcon/Sindcon).

    Para os dois casos, o aumento estimado está acima da inflação projetada para o período, de 3,87%, segundo consulta feita pelo Banco Central.

    Apesar do reajuste este ano, no caso da tarifa de energia, por exemplo, o aumento em 2023 foi superior, de 5,9%. No caso das tarifas de água, os aumentos variam de acordo com estados e municípios.

    Por que as contas de luz e água vão ficar mais caras em 2024?
    Luz
    Os reajustes praticados pela Aneel são feitos anualmente.

    Para aumentar a conta de luz, fatores como a expansão da rede de transmissão, valor dos subsídios (que são rateados entre os consumidores) e energia contratada no mercado cativo (ou seja, quando a pessoa contrata a energia via distribuição local, de empresas como a Enel, EDP e Light, por exemplo. estipulada pela Aneel, que faz o reajuste anual dos contratos de concessão) influenciam no reajuste da tarifa de energia.

    Há também fatores regionais e aumentos pontuais, como os custos de atividades relacionadas ao transporte de energia, bem como componentes financeiros e encargos do setor.

    Água
    No caso da conta de água, o acréscimo deve ser influenciado pela Reforma Tributária, que tirou todas desonerações da folha de pagamento do setor de saneamento básico em 2024. Com isso, a alíquota deve praticamente triplicar de 9,25% para 27%, o que pode fazer disparar o valor da tarifa para o consumidor.

    Além disso, o setor vai pagar mais tributos, como Impostos de Bens e Serviços (IBS) nas esferas estadual e municipal. Antes, o imposto era cobrado apenas a nível federal, além do PIS e Cofins.

    O cálculo do reajuste feito pela Abcon/Sindcon considera todos esses fatores.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL