Foto: Assessoria CONSTRUTORA DA PONTE NA W11 COMETE CRIME AMBIENTAL

CONSTRUTORA DA PONTE NA W11 COMETE CRIME AMBIENTAL

A Engeponte Construções Ltda, empresa responsável pela obra da nova ponte sobre a Avenida W11 em Rondonópolis-MT. Foi flagrada na tarde desta sexta-feira (25), cometendo crime ambiental no canteiro de obras que está localizado em uma área de preservação ambiental (APP).

Conforme a foto tirada por nossa equipe, o flagrante mostra que o lixo está sendo incinerado dentro da área de preservação onde está localizado o canteiro de obras. A denúncia foi encaminhada a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA).

Queima de lixo em APP
Foto: Marreta Urgente

Secretário João Fernando Copetti Bohrer

Após analisar a imagem, o secretário João Fernando Copetti Bohrer, encaminhou uma equipe de fiscalização para o local. Segundo explicou o secretário que comprovada a prática do crime ambiental a empresa será notificada e responderá de acordo com DECRETO Nº 6.514/2018 e a Lei de Crimes Ambientais – Lei 9605/98.

“Tudo que ocorre dentro do canteiro de obras é responsabilidade da empresa, dessa forma as medidas necessárias para coibir a prática de crime ambiental serão tomadas de acordo com a lei”. Disse João Copetti

A nova ponte que tem cerca de 250 metros e será uma via de acesso rápido à BR 364 e como uma forma de retirar parte do pesado tráfego de veículos da região central. Com orçamento de R$ 11 milhões, é uma reivindicação antiga dos moradores da cidade em especial do bairro Sagrada Família, que sofre com alagamentos constantes por falta de drenagem, e que após a conclusão da ponte devem ser resolvidas com as obras de acesso.

OUTRO LADO

A reportagem do Marreta Urgente, tentou contato com a empresa Engeponte, responsável pela obra, que não retornou as ligações.

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias

R$ 135: Gás de cozinha nas alturas

O preço médio do gás de cozinha, ou GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), ultrapassou pela primeira vez os R$ 100 no Brasil, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo,

Política 0 Comentários

Celeridade: Fávero recorre à bancada federal para destravar recurso para MT

Investimentos para obras e equipamentos, oriundo dos convênios das ações ‘Infraestrutura’ e ‘Programa Terra Sol’ não foram cancelados, mas suspensos temporariamente, afirma representante do Incra regional Procurado pelo deputado estadual

RONDONÓPOLIS

Incoerência: Vereador ganha R$ 20 mil; e chama Bolsonaristas de burgueses

O vereador Ozeas Reis (PP) detonou o Presidente JAIR BOLSONARO e seus apoiadores, na sessão da câmara de vereadores em Rondonópolis nesta quarta-feira (26), ao justificar o voto contrário à

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta