COLAPSO NA SÁUDE: Brasil bate recordes  de mortes por Covid

COLAPSO NA SÁUDE: Brasil bate recordes de mortes por Covid

Foram 1.726 mortos em apenas um dia. O Brasil viveu nesta terça-feira o dia mais letal da pandemia, elevando o total de vítimas fatais da doença a 257.562. Para se ter uma ideia, os Estados Unidos, país com mais óbitos em todo o mundo, perdeu 1.567 pessoas ontem. A média móvel de mortes em sete dias no Brasil também foi a maior, 1.274 – aliás, o sexto recorde diário em uma semana. Na comparação com os 14 dias anteriores, a média móvel teve alta 23%, o que significa que a mortalidade pela doença está crescendo. A tendência de alta está presente no Distrito Federal e em 15 estados: PR, RS, SC, DF, SP, AC, PA, TO, AL, BA, CE, MA, PB, PI, RN e SE.

Em Porto Alegre (RS), o Hospital Moinho de Vento precisou alugar um contêiner refrigerado para acomodar cadáveres de vítimas da Covid devido à superlotação do necrotério. E não são só os mortos que estão abarrotados. A unidade está operando com capacidade de 114%. Ou seja, há mais pessoas internadas do que leitos.

Em Santa Catarina, pelo menos 35 pacientes morreram antes de conseguirem um leito, fosse de UTI ou mesmo de enfermaria, embora tivessem recebido atendimento médico

No Rio Grande no Norte, a região metropolitana de Natal não tem leitos vagos de UTI há uma semana, e Mossoró, segunda maior cidade do estado, está com a saúde oficialmente em colapso.

E praticamente não há mais vagas nas UTIs dos hospitais privados de São Paulo. Em alguns, como a Beneficência Portuguesa, o número de internados também supera o de leitos.

Redação com Meio

Talvez você também goste

Destaques

Incêndio destroi hotel em Lucas do Rio Verde; VÍDEO

Um incêndio de grandes proporções foi registrado na manhã desta sexta-feira (01), em um hotel na Avenida Goiás, região central de Lucas do Rio Verde.  O fogo repentino acabou assustando

Mato Grosso 0 Comentários

CANTOR SERTANEJO SOFRE ACIDENTE EM CUIABÁ

O cantor sertanejo Daniel Pereira Amorin, da dupla Bruninho e Daniel, e seu pai de 40 anos ficaram feridos após a caminhonete S-10 que estavam capotar, na Rodovia dos Imigrantes,

Mato Grosso

TJMT decide que embriaguez não pode ser usado como justificativa para violência doméstica

A Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) não acolheu recurso interposto por um homem que, embriagado, praticou violência doméstica contra a companheira e manteve sentença