Claudinei defende o fortalecimento de políticas públicas para o combate à violência doméstica

Claudinei defende o fortalecimento de políticas públicas para o combate à violência doméstica

O parlamentar já apresentou mais de 15 proposições na Casa de Leis para respaldar e amparar as mulheres vítimas de violência

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) tem uma importante atuação no combate e enfrentamento à violência doméstica. Desde o início do mandato parlamentar, apresentou importantes propostas para garantir a proteção de vítimas mulheres, como construções de casas de apoio ou abrigos, mecanismos para facilitar denúncias contra os agressores e, até mesmo, a aplicação de política para a reeducação deles para evitar cometerem novamente o mesmo ato.

“Por ter atuado por 18 anos como delegado de polícia, não descartaria este assunto que é uma das grandes preocupações no aspecto social. Bem antes de ser deputado, já era presente quanto ao enfrentamento e combate à violência contra a mulher. E, neste mandato, quero que minha atuação junto à política possa contribuir com essa problemática social”, posicionou Claudinei.

Atuação

Um dos resultados obtidos pelo parlamentar foi a Lei n.º 11.219/2020 que dispõe sobre o serviço permanente de denúncias por meio de número no aplicativo de WhatsApp para crimes de violência contra a mulher, crianças, adolescentes, idosos e pessoas Portadoras de Necessidades Especiais (PNE). A matéria foi sancionada pelo governo de Mato Grosso, em outubro de 2020.

Ele também proporcionou que a Associação de Mulheres de Mato Grosso de Defesa e Garantia dos Diretos das Mulheres do Estado de Mato Grosso (AMRRSMT) tornasse de utilidade pública estadual, por meio da Lei nº 11.080/2020, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido em prol de vítimas em situação de violência doméstica e, assim, facilitar as parcerias com organizações públicas e privadas para intensificar e fortalecer o atendimento do público atendido.

Em relação ao município de Rondonópolis, o parlamentar chegou a propor à Prefeitura de Rondonópolis para a instalação de uma Casa de Proteção a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica na cidade. “A prefeitura atendeu nossa reivindicação com a reforma de uma casa para atender as mulheres em situação vulnerável. Tanto que a gestão municipal realizou o investimento com recursos próprios. Infelizmente, neste período da pandemia da Covid-19, muitas mulheres confinadas e não tinha um lugar seguro para ficarem abrigadas”, comentou Claudinei.

Estatística – De acordo com dados levantados pela Gerência de Inteligência Estratégica da Diretoria de Inteligência da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, foi apontado que, de janeiro a outubro de 2021, 56% das mortes ocorreram nas residências das vítimas, tanto que foram 78 registros de assassinatos contra mulheres, sendo 40 feminicídios e 38 homicídios.

Assessoria

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Polícia

Bandidos lançam bomba em carro-forte e cercam delegacia antes de roubo de R$ 1,2 milhão na fronteira

O carro forte da empresa Mbarete Porã  carregado com cerca de R$ 1,2 milhão e que tinha como destino a Ciudad Del Este, na divisa com o Paraná, foi parado

Notícias

DERF prende Traficante em Rondonópolis

Assessoria/Polícia Civil-MT Investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) resultaram na prisão em flagrante de um traficante que atuava no bairro

Notícias

Helicóptero que caiu carregado com 246 quilos de cocaína pertenceu à família de Mazzaropi

Aeronave Robinson R66 Turbine prefixo PR ITT carregada com cocaína e que caiu ontem (20), em uma fazenda no município de Ponta Porã, matando duas pessoas, aparece no RAB (Registro