quinta-feira, abril 11, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Carlos Boaventura Junior: O NOME por trás do cartão RRcard

    O cartão RRcard surgiu em 2010, com o objetivo de aproximar os clientes do que há de melhor na cidade, oferecendo vantagens imbatíveis e novas experiências.

    Um cartão de vantagens que oferece descontos em vários estabelecimentos comerciais e profissionais liberais em Rondonópolis e no estado de Mato Grosso.

    O fundador e diretor do RRcard é Carlos Boaventura Junior, com experiência de 14 anos no mercado, a empresa atua no apoio ao comércio varejista local. E conta com mais de 400 empresas parceiras, que incluem restaurantes, saúde, beleza, estética e outros segmentos.

    Os descontos variam de 2 a 100%, dependendo do produto ou serviço. O cartão RRcard também oferece promoções exclusivas para os seus usuários, que são divulgadas no site oficial do cartão. Além disso, os usuários podem se cadastrar gratuitamente para receber ofertas dos parceiros por e-mail ou SMS

    O cartão tem um custo de apenas R$ 50,00 (ano), sem consulta ao SPC e SERASA. Sendo pessoal e intransferível, e deve ser apresentado junto com um documento de identidade nas empresas conveniadas para obter os descontos.

    Um cartão de vantagens que beneficia a todos, tanto os consumidores quanto os comerciantes, que aumentam suas vendas e fidelizam seus clientes.

    Carlos Boaventura Junior é um empresário visionário, que busca inovar e oferecer soluções para o mercado local. Ele é casado e pai de três filhos, e mora em Rondonópolis, onde também é conhecido por sua atuação social e filantrópica. Ele é um dos idealizadores do projeto “Amigos do Bem”, que arrecada e distribui alimentos, roupas e brinquedos para famílias carentes da região.

    Peça seu cartão agora mesmo!

    Acesse: www.rrcard.com.br ou ligue para o telefone (66) 98438-6692.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL