Briga pelo poder na câmara faz saúde sangrar em Rondonópolis

Briga pelo poder na câmara faz saúde sangrar em Rondonópolis

A sessão ordinária desta quarta-feira (21), será conhecida como a sessão que não terminou. A discussão do projeto de antecipação da eleição da mesa diretora da câmara, que foi solicitado em regime de urgência e acabou não sendo deferido pelo presidente da casa, gerou grande confusão.

O projeto reúne apoio de uma maioria de 14 vereadores, que acabaram deixando a sessão e com isso foi encerrada por falta de quórum para deliberação de matérias. Diante disso projetos de relevância para a sociedade e que seriam votados acabaram sendo prejudicados e sua aprovações e análises ficam atrasados.

Entre os projetos que aguardavam votação e aprovação estava o crédito de R$ 488 mil para o custeio mensal dos leitos de uti do covid-19 no município de Rondonópolis.

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

JORNALISTA AUGUSTO NUNES DIZ QUE PT PROVIDENCIOU ATENTADO

O jornalista Augusto Nunes, ex-mediador do programa Roda Viva, da TV Cultura, disse no Jornal da Manhã, na Rádio Jovem Pan, nesta quarta-feira (28), que o “PT resolve providenciar atentado

Destaques

61% dos brasileiros acreditam que Covid-19 estará controlada em menos 12 meses

Para 61% das pessoas no Brasil, levará menos de 12 meses até a total contenção do novo coronavírus. É o que aponta o levantamento One Year of Covid-19, realizado pela Ipsos

Notícias 0 Comentários

Unicesumar é finalista do Prêmio Nacional de Gestão Educacional

Por meio da prática inovadora chamada “PEC – Programa de Excelência em Captação”, a Unicesumar é finalista da edição 2018 do PNGE – Prêmio Nacional de Gestão Educacional, na categoria