Brasil perde Jô Soares

Brasil perde Jô Soares

Morreu na madrugada de hoje, aos 84 anos, o humorista, apresentador, escritor e diretor Jô Soares, que por décadas fez o Brasil rir e pensar. Ele estava internado com pneumonia no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde o dia 25 de julho, mas a causa da morte não foi divulgada.

José Eugênio Soares nasceu no Rio de Janeiro em 1938 e mudou-se aos 12 anos com a família para Paris, onde chegou a cogitar a carreira diplomática. A carreira artística começou aos 20 anos com uma participação no longa O Homem do Sputnik, de Carlos Manga, estrelado por Oscarito.

Em 1961, entrou para a TV pela Record, onde viveu o primeiro grande sucesso no programa Família Trapo, ao lado de outro gigante da comédia, Ronald Golias. A chegada à TV Globo aconteceu nove anos depois, no programa Faça Humor Não Faça Guerra, que, mantendo o formato, mudou de nome para Satiricom e Planeta dos Homens. Ganhou em 1981, seu próprio programa Viva o Gordo, cujo nome veio de seu espetáculo teatral Viva o Gordo e Abaixo o Regime. Lá criou alguns de seus personagens mais famosos, como o Capitão Gay, Vovó Naná e o Reizinho. Em 1987, rebatizado Veja o Gordo, o programa migrou para o SBT, mas teria vida curta.

No ano seguinte, Jô realizou o sonho de comandar um programa de entrevistas, o Jô Soares Onze e Meia, no qual não faltaram momentos marcantes. Em 1982, foi apelidado de “CPI paralela” ao entrevistar políticos e personalidades como Ulysses Guimarães que investigavam PC Farias, ex-tesoureiro do então presidente Fernando Collor de Mello, que acabou deposto.

Recebia atrações musicais fora da caixinha, e sua banda de apoio, o Quinteto Onze e Meia, era uma atração à parte. Suas entrevistas com colegas de humor, como Chico Anysio e Agildo Ribeiro, foram históricas. Voltou para a Globo em 2000, levando consigo o formato de talk show (e o Quinteto) para o Programa do Jô, que foi a ao até 2016. O velório e o sepultamento serão fechados a parentes e amigos. (CNN)

Receba notícias do Marreta Urgente Clique aqui – WhatsApp

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques

Discussão de trânsito – Inquérito é concluído e investigado é indiciado por homicídio e tentativa de homicídio

A Polícia Civil concluiu o inquérito do homicídio que vitimou Adriele da Silva Munis, 25 anos, ocorrido em dezembro de 2016, na Capital, e indiciou o autor por homicídio doloso

Mato Grosso

CASSADO: Vereador que pegou cartão de paciente e realizou saques em MT

Um vereador do município de Lambari D’ Oeste, alvo da Operação Luva Branca, deflagrada pelo Polícia Civil no mês de maio deste ano, teve o mandato cassado pela Câmara do

Destaques 0 Comentários

Reforma e ampliação do Hospital da Criança em Rondonópolis

Segue avançando em “bom ritmo” a obra de reforma e ampliação do Hospital da Criança “Wilma Bohac Francisco”, localizado no Jardim Santa Marta, próximo ao Centro de Especialidades Apoio e Diagnósticos