Bolsonaro quer ampliar infraestrutura sem usar dinheiro público

Bolsonaro quer ampliar infraestrutura sem usar dinheiro público

Proposta da equipe do candidato do PSL é ampliar ferrovias, rodovias e aeroportos no País sem colocar dinheiro público, além do que já está previsto no Orçamento.

O pacote de concessões planejado por auxiliares de Jair Bolsonaro (PSL) para deslanchar projetos de infraestrutura deve incluir a possibilidade de renovar antecipadamente contratos em curso e relicitar aqueles que apresentam problemas.

O plano de um eventual governo Bolsonaro baseia-se em expandir ferrovias, rodovias e aeroportos quase que exclusivamente com recursos privados.

O BNDES poderá entrar com financiamento para a fase de construção, segundo Paulo Coutinho, economista que supervisiona propostas para infraestrutura do PSL.

Objetivo é não colocar mais dinheiro do governo. O limite é o que está hoje no Orçamento”, disse em entrevista.

Professor da UnB, ele responde ao general Oswaldo Ferreira, homem de confiança de Bolsonaro que assumiu a coordenação-geral em Brasília dos debates sobre o plano de governo.

Fonte: Tarciso Morais – Renova Mídia

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Polícia 0 Comentários

Bando armado rouba Amarok 0KM na Trescinco e leva reféns

Bandidos armados renderam funcionários da concessionária Trescinco, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá, e roubaram uma caminhonete Amarok 0KMno momento em que ela era descarregada do caminhão cegonha.

Brasil

Grupo de mulheres ligado ao MST ocupa e depreda prédio da pasta da Agricultura

Um grupo de mulheres ligado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupou e depredou, na manhã desta segunda-feira, 9, a entrada e o saguão do Ministério da Agricultura,

Mato Grosso

Os bairros Alfredo de Castro e Mathias Neves recebem emenda de R$ 1 milhão para construção de escolas

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) destinou uma emenda parlamentar na ordem de R$ 1 milhão para construção de duas novas escolas estaduais em Rondonópolis. Uma unidade será construída no

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta