quinta-feira, junho 13, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Bolsa argentina fecha em alta de 2,5% após novo pacote econômico de Milei

    O Merval, a bolsa de valores da Argentina, fechou estar quinta-feira (21) com alta de 2,5%, a 942.904 pontos.

    Durante o dia, a bolsa argentina chegou a registar alta de 5,5%, após o anúncio do presidente Javier Milei de um “megapacote” para desregular a economia argentina e flexibilizar legislações.

    O peso oficial caiu para 804,20 por dólar, enquanto a dívida soberana do país no mercado de balcão registou uma subida inicial de 4%, em média.

    Na noite de quarta-feira (20), Javier Milei, anunciou uma série de mudanças na economia do país. O anúncio foi transmitido em rede nacional após um dia de protestos na capital Buenos Aires. Durante sua fala, Milei abordou o que chamou de plano de estabilização de choque.

    O decreto de reforma econômica acabará com os limites às exportações e autorizará medidas para afrouxar as regulamentações, à medida que seu novo governo combate uma grave crise econômica.

    “Megapacote”
    Entre os destaques do pacote está a transformação de todas as estatais em sociedades anônimas para futuras privatizações, a desregulamentação dos serviços de internet via satélite, o que permite a entrada de empresas como a Starlink, de Elon Musk, e também a revogação do observatório de preços do ministério da Economia do país, para, segundo Milei, “evitar perseguições às empresas”.

    Além disso, também houve mudança na Lei das Sociedades por Ações, para que os clubes de futebol possam se tornar corporações se assim desejarem. Confira as mudanças propostas.

    Na bolsa de Nova York, as ações de empresas argentinas operam em alta. A estatal YPF sobe 1,41%, a US$ 17,96. Já a Pampa Energia, que opera no setor de óleo e gás, além de eletricidade em geração e distribuição, sobe quase 1%, a US$ 50,55.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL