terça-feira, fevereiro 27, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Bilionário curdo Peshraw Dizayee é morto em ataque iraniano

    O Irã anunciou na terça-feira, 16 de janeiro, que lançou vários mísseis balísticos na Síria e no Iraque e afirmou ter destruído um “quartel-general de espionagem” israelense.

    A Guarda Revolucionária do Irã afirmou ter realizado o ataque com mísseis balísticos “em resposta às recentes atrocidades do regime sionista”.

    Israel ainda não reconheceu o ataque em Erbil, nem comentou a alegação de que o alvo estava ligado à Mossad, a sua agência de inteligência.

    As autoridades da região autônoma do Curdistão iraquiano anunciaram num comunicado de imprensa que pelo menos quatro civis foram mortos.

    O ataque matou o magnata do setor imobiliário, Peshraw Dizayee, sua esposa e sua filha, Zhina, de menos de um ano. Dizayee era favorável às relações entre o Iraque e Israel.

    A mansão do bilionário curdo fica em Erbil, Iraque, perto do consulado dos EUA, onde está uma importante base americana.

    Os ataques levados a cabo pelo Irã na noite de segunda para terça-feira ocorrem num contexto regional já tenso, o que suscita receios de uma conflagração regional entre os aliados dos dois campos.

    O Curdistão iraquiano, o Iraque, os Estados Unidos e a França reagiram denunciando uma violação da soberania iraquiana.

    Reação diplomática

    A França condenou esta terça-feira, 16 de janeiro, os ataques perpetrados no Curdistão iraquiano na noite de segunda para terça-feira pelos Guardas Revolucionários Iranianos, descrevendo-os como “violações inadmissíveis” da soberania iraquiana, num comunicado de imprensa do Ministério dos Negócios Estrangeiros.
    Segundo a nota, “Tais atos representam violações flagrantes, inaceitáveis e preocupantes da soberania do Iraque e um ataque à sua estabilidade e segurança, bem como à do Curdistão dentro dele. Contribuem para a escalada das tensões regionais e devem parar.”

    Em Washington, Adrienne Watson, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, denunciou “uma série de ataques imprudentes e imprecisos” que “minam a estabilidade do Iraque”. O responsável declarou também que “nenhum pessoal ou instalação americana foi alvo.”

    As autoridades do Curdistão iraquiano e do Iraque também denunciaram a agressão iraniana

    Num comunicado de imprensa, o Conselho de Segurança do Curdistão acusou Teerã de recorrer a “justificativas infundadas” para os seus repetidos bombardeamentos contra a região: “O que aconteceu é uma violação flagrante da soberania da região e do Iraque. O governo federal e a comunidade internacional não devem permanecer calados face a estes crimes”, afirma o comunicado de imprensa.

    O Ministério dos Negócios Estrangeiros iraquiano, por sua vez, denunciou esta “agressão que visa a soberania do Iraque e a segurança do seu povo”, alertando que, após estes ataques, as autoridades iraquianas “tomarão todas as medidas legais” necessárias, incluindo “uma queixa ao Conselho de Segurança” da ONU.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL