BEBÊ ENCONTRADO COM CORDÃO UMBILICAL DEBAIXO DE PÉ DE BANANA EM PEIXOTO DE AZEVEDO

BEBÊ ENCONTRADO COM CORDÃO UMBILICAL DEBAIXO DE PÉ DE BANANA EM PEIXOTO DE AZEVEDO

Policia tenta localizar a mãe mas até momento não há nenhuma informação

A Policia Militar foi acionada na tarde desta quinta feira (13) por volta das 15h30, pelo senhor Antônio Benedito da Silva Cruz morador em uma das chácaras produtivas no setor Industrial do município de Peixoto de Azevedo – MT.

Ele se deslocava para a cidade quando ao passar próximo a uma plantação de bananas ouviu o choro da criança, entrou no meio do mato para ver o que se tratava e avistou o recém-nascido chorando, o menino ainda estava com um cordão umbilical.  Antônio acredita que a criança foi abandonada pela mãe no local logo após o parto.

Os Policiais que foram atender a ocorrência ficaram chocados com a situação do bebê que foi encaminhado para o Hospital Regional onde ficou sob cuidados médicos. A criança passa bem, neste momento a Policia trabalha na tentativa de localizar a mãe, para entender o que levou a abandonar a criança naquele local.

O conselho Tutelar esteve no Hospital Regional e acompanha as tentativas de localizar a mãe, mas até momento não há nenhuma informação concreta.

Não houve nas ultimas horas nenhum atendimento de mulher que tenha dado entrada sobre um possível aborto.

 

Fonte: Redação com Resumo Diário

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques

Aglomerações Irresponsáveis em Praças e Locais públicos de Rondonópolis

As aglomerações não param, gerando trabalho para as forças de segurança em Rondonópolis, as praças e outros locais públicos foram fiscalizadas e as pessoas dispersadas de volta para suas casas.

Notícias

Inscrições no SISU estão abertas para curso de direito da Unemat Rondonópolis

Estão abertas as inscrições do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para os estudantes que fizeram o Enem possam garantir uma vaga na universidade pública. O deputado Thiago Silva destinou emenda

LULA É FICHA SUJA

A sessão que encerrou a passagem do ex-presidente Lula pela segunda instância foi rápida. Em apenas quinze minutos, por 3 votos a zero, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta