ASSÉDIO – Cuidadora recusou   ‘investidas’ do sobrinho da paciente e foi demitida

ASSÉDIO – Cuidadora recusou ‘investidas’ do sobrinho da paciente e foi demitida

A cuiadadora procurou a 1ª Delegacia de Polícia Civil da Capital e denunciou o tarado na tarde dessa terça-feira (02), onde relatou todas as agressões sofridas.

Uma cuidadora de idosos, 45 anos, denunciou o sobrinho da patroa, 40, por abuso e assédio sexual, moral e ainda pela demissão injusta, por não aceitar as ‘investidas’ do acusado, na tarde dessa terça-feira (02), no bairro Porto, em Cuiabá.

De acordo com a denúncia, realizada pela vítima na 1ª delegacia da Capital, ela trabalha cuidando da tia do acusado há cerca de um mês. Nesse período o homem, por diversas vezes, teria “dado em cima” da trabalhadora, convidando para sair e fazendo menções constrangedoras por meio de cantadas e ‘gracinhas’.

O acusado, ainda segundo a vítima, chegou a passar as mãos nas nádegas dela em determinada ocasião dentro da casa da família durante o trabalho.

A vítima ressaltou ainda que por não aceitar as investidas e sair com o ‘sobrinho da patroa’, passou a ser humilhada por ele, que ainda assim insistia nos assédios.

Nessa terça, após algumas situações, o acusado demitiu a vítima. A idosa teria informado que não queria perder a sua cuidadora, porém, a ordem dele foi obedecida. 

A ocorrência foi registrada por crime de assédio sexual e encaminhada à Delegacia Especializada na defesa dos Direitos da Mulher (DEDDM), responsável por investigar os fatos e responsabilizar o culpado caso confirmada as denúncias.

Repórter MT

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

CASSAÇÃO DE MANDATO: SENTENÇA DO JUIZ ELEITORAL DE CUIABÁ REACENDE “CASO SEMELHANTE” EM RONDONÓPOLIS

O juiz Gonçalo Antunes de Barros Neto, da 55ª Zona Eleitoral de Cuiabá, determinou a cassação do mandato do vereador Elizeu Francisco do Nascimento (PSDC), de Cuiabá. A decisão foi

Notícias 0 Comentários

POLÍCIA INDICIA 17 PESSOAS POR AVISO DE “BLITZ” EM GRUPO DE WHATSAPP NO RS

Os Motoristas que usam aplicativos de mensagens e redes sociais para avisar os locais de blitz de trânsito poderão ser punidos com até cinco anos de cadeia. Uma investigação realizada em

BOLSONARO BARRA TENTATIVA DE RECRIAR CPMF

O presidente Jair Bolsonaro demitiu, ontem, o diretor da Receita Federal, Marcos Cintra. O anúncio foi feito pelo próprio presidente, num tuíte redigido num raro tom de formalidade. “Tentativa de recriar CPMF derruba