quinta-feira, fevereiro 22, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Setor de máquinas e equipamentos exporta US$ 1,3 bilhões

    Relatório da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) divulgou em julho deste ano, dados referentes ao desempenho da exportação do setor da indústria brasileira de máquinas e equipamentos no mês de maio. De acordo com o documento divulgado, no mês de maio de 2023, a área da produção de máquinas e equipamentos conseguiu exportar um total de US$ 1,3 bilhões. Esse valor representa um crescimento notável de 35,7% em relação a abril, que, por sua vez, tinha registrado uma queda de 21,2% em comparação com março de 2023. O desempenho em maio contribuiu significativamente para o indicador geral ao longo deste ano, realçando sua notável performance. Ao se comparar com o mesmo período em 2022, o crescimento alcançado foi de 22,2%.

    No relatório referente ao mês de abril, as exportações de máquinas e equipamentos experimentaram uma redução de 20,8% no decorrer do mês de abril, contrabalançando parte do progresso acumulado em 2023. Apesar disso, o setor ainda logrou exportar um total de US$ 982 milhões, o que representa um aumento de 9,5% em comparação com o total exportado em abril de 2022. No intervalo entre janeiro e abril deste ano, a indústria de máquinas e equipamentos alcançou um crescimento acumulado de 23,4% nas suas exportações. Esse avanço contribuiu para amortecer a queda de 12% nas vendas no mercado interno. Já no acumulado dos primeiros cinco meses do ano (de janeiro a maio), a indústria de máquinas e equipamentos apresentou um crescimento de 23,0% nas exportações. Esses resultados, mais uma vez, foram capazes de ajudar a mitigar a queda nas vendas no mercado interno.

    O estudo também apontou que a receita líquida do setor apresentou um incremento de 10,5% em relação a abril, totalizando um montante de R$ 21,91 bilhões. Contudo, no mês de maio de 2023, houve uma nova retração de 5,6% quando comparado ao mesmo período de 2022. Durante o intervalo de janeiro a maio, comparativamente ao mesmo lapso de tempo em 2022, observou-se uma diminuição de 8,5% nas receitas líquidas provenientes da indústria de máquinas e equipamentos. Nos últimos 12 meses, o declínio acumulado atingiu 7,3%, marcando o décimo recuo consecutivo nesse contexto de análise.

    Sobre o resultado do setor de máquinas e equipamentos, o 17º Estudo Sobratema do Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção havia considerado pontos favoráveis na previsão de vendas e aluguel na área da indústria de máquinas e equipamentos. Segundo este relatório, foi estimado que as vendas e receitas em 2023 podem ter um acréscimo de cerca de 4% tanto no segmento de máquinas de linha amarela quanto em todo o setor de equipamentos destinados à construção.

    José Antônio Valente, diretor da empresa locadora de máquinas Trans Obra afirma que as vendas de máquinas e equipamentos para exportação continuam contribuindo para que o resultado total não tenha uma diferença negativa ainda maior com relação ao ano de 2022. “Apesar da receita de 2023 estar abaixo dos anos anteriores, o resultado das exportações de máquinas e equipamentos podem servir de modelo para mais empresas investirem nessa modalidade de negócio, tanto para as máquinas de grande porte como também para máquinas menores como na venda ou aluguel de maquinas de jardinagem, máquinas de compactação de solo e até mesmo compressores de ar”.

     

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL