domingo, fevereiro 25, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Mercado de lentes dentais deve crescer nos próximos anos

    Segundo uma pesquisa da Academia Americana de Odontologia Cosmética (American Academy of Cosmetic Dentistry), o mercado mundial de lentes de contato dental atingiu a cifra de US$ 1,55 bilhão em 2021. Ainda segundo o estudo, a estimativa é de crescimento para os próximos anos: estima-se que ele pode atingir US$ 2,30 bilhões até 2028. No Brasil, de acordo com a SBOE (Sociedade Brasileira de Odontologia Estética), a colocação de lentes de contato dental está entre os três procedimentos de estética bucal mais procurados atualmente.

    Trata-se de um tratamento odontológico focado na melhora da aparência dos dentes. As lentes de contato dentais constituem-se em lâminas ultrafinas, confeccionadas em porcelana ou cerâmica, que são aderidas aos dentes para a correção de pequenas imperfeições, como formato, coloração e desgastes dentários. Elas recebem essa nomenclatura porque sua espessura é semelhante à das lentes de contato oculares.

    Apesar da alta procura, esse tipo de tratamento estético-odontológico ainda suscita muitas dúvidas. Matheus Moura Martins, CEO da IOMM Digital, centro de odontologia estética avançada, esclarece a seguir alguns mitos atribuídos às lentes de contato dentais. 

    Requerem preparação intensiva e causam desgaste nos dentes

    O especialista explica que os métodos modernos têm como princípio preservar a estrutura natural dos dentes. “O desgaste é praticamente inexistente, sendo necessário apenas fazer pequenos ajustes para melhorar o encaixe das lentes. Esse tratamento não danifica os dentes, é de rápida execução e indolor.”

    São permanentes e irreversíveis

    Segundo Martins, embora as lentes de contato dentais sejam feitas de materiais altamente duráveis, elas não são permanentes. “Caso haja necessidade, as lentes podem ser removidas e substituídas, mantendo a integridade dos dentes naturais”, ressalta.

    Causam sensibilidade nos dentes 

    O CEO da IOMM Digital garante que isso também não é verdade. “Pelo contrário, as lentes de contato dentais podem ajudar a reduzir a sensibilidade dentária, pois atuam como uma barreira protetora para a superfície do dente”, afirma.

    Adequam-se apenas a casos estéticos leves

    Matheus Martins, que também é cirurgião-dentista, refuta esse mito. “As lentes de contato dentais podem ser usadas para corrigir uma ampla gama de problemas estéticos, desde pequenas imperfeições até casos mais complexos, como dentes desalinhados ou manchas severas.”

    Exigem cuidados especiais e manutenção complexa

    O especialista em odontologia assegura que as lentes de contato dentais exigem os mesmos cuidados básicos que os dentes naturais, como a escovação regular, o uso de fio dental, além de visitas regulares ao dentista para a realização de exames de rotina. 

    São visivelmente artificiais 

    “As lentes de contato dentais são projetadas para parecerem o mais natural possível, replicando a aparência e o brilho dos dentes naturais”, conclui.

    Para saber mais, basta acessar https://www.iommdigital.com.br

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL