quarta-feira, junho 19, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Aumento no seguro de autos abre espaço para nova tecnologia

    De acordo com dados da CNseg (Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais), entre janeiro e novembro de 2022, o seguro de automóvel acumulou alta de 33,6% em relação ao mesmo período de 2021. 

    Entre os fatores que levaram a este panorama, segundo a entidade, estão o desabastecimento na produção de veículos novos e nas peças de reposição, o impacto da pandemia e o aumento da Tabela Fipe.

    O CEO da empresa de soluções em segurança Volpato, Eduardo Volpato, explica que impactos da pandemia da COVID-19 ainda são sentidos pelo mercado. “As interrupções na produção de novos veículos por parte das montadoras, devido à falta de peças de reposição, colaboraram para o aumento da Tabela Fipe”. A tabela elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) expressa preços médios de veículos que são utilizados como parâmetros para negociações em todo o mercado brasileiro. 

    De acordo com Eduardo, que viu o número de contratação de serviços de rastreador com seguro veicular crescer na empresa, afirma que essa tem sido uma alternativa encontrada pelos condutores para lidar com o aumento nos valores de seguro, mas ainda manter o veículo protegido, uma vez que a modalidade do plano de rastreador com seguro tem o valor final reduzido em comparação com uma contratação separada, levando em consideração que as taxas de recuperação são altas quanto os veículos possuem o rastreador. 

    Alternativas para reduzir custos e manter a segurança

    Com base na pesquisa Panorama do Mercado, realizada pela Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (ABESE), o setor de segurança eletrônica alcançou as projeções apresentadas pelo panorama de 2021. A mais recente pesquisa indicou crescimento de 18% para 2022. As projeções para 2023 também são de evolução: os dados indicam uma progressão de 19% para o setor.

    A ABESE destacou que os resultados representam os avanços tecnológicos ligados a novas ferramentas, como a Inteligência Artificial (IA) e outras tecnologias de telecomunicação, como o 5G. O levantamento da AVANTIA, baseado em dados da ABESE, também pontuou que o uso de IA em sistemas de monitoramento facilita o reconhecimento de ocorrências e traz rapidez aos processos de tomada de decisão.

    Os rastreadores veiculares funcionam por meio da tecnologia GPRS, que envia os sinais captados pelo GPS a uma central de monitoramento 24h. Através de sistemas web e aplicativos, o proprietário do veículo também pode acompanhar deslocamento em tempo real, além de acesso à relatórios de posição, velocidade, percurso, e alertas de ignição quando o automóvel for ligado.

    A central pode tanto realizar a solicitação de bloqueio como localizar o veículo. Algumas empresas oferecem a funcionalidade de instalação de um botão de pânico em local estratégico para ser acionado em situações emergenciais, assim como serviços de assistência veicular como reboque, chaveiro e troca de pneus e também de proteção veicular, que pode ser até 50% mais barata do que seguros tradicionais e não exige análise de perfil.

    Para saber mais, basta acessar: https://www.grupovolpato.com/

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL