quarta-feira, fevereiro 21, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Mimo Live Sales completa uma nova rodada de investimentos

    Com apenas dois anos e meio, a empresa de live shopping B2B SAAS, a Mimo Lives Sales tem mais um motivo para comemorar. Depois de receber investimentos-anjo de gigantes do show business brasileiro e de conhecidos empresários, como Sabrina Sato, Luciano Huck, Felipe Neto, Nizan Guanaes, entre outros, a Mimo anunciou a conclusão de uma nova rodada de investimentos.

    A rodada foi financiada pelos CVCs da Locaweb (LW Ventures) e Cencosud Ventures e é considerada uma Pré-Série A*. Com os recursos adquiridos, a startup espera desenvolver ainda mais a tecnologia ao vivo – permitindo que as compras aconteçam nos sites das marcas em maior escala -, e lançar novos recursos para extrair e analisar dados e insights em tempo real, para soluções de live commerce e vídeo commerce.

    Segundo Monique Lima, CEO e cofundadora da Mimo, os recursos desta rodada representam um novo passo para a escalada dos negócios da empresa. “Com esta rodada, o foco será em novos produtos para trazer mais autonomia e escala aos clientes. Os insights de dados também serão aprimorados”.

    Internacionalização

    A Mimo está focada na internacionalização das operações. Monique conta que a Mimo nasceu com essa visão, e com a plataforma pronta para operar em três idiomas – português, inglês e espanhol.

    “A tecnologia desenvolvida foi construída com linguagens híbridas e com isso a empresa possui clientes fora do Brasil como a Cencosud (Colômbia, Chile, Peru e Argentina), Favo (Peru), Schultz e MaxMara (EUA), que fazem parte da carteira de clientes há mais de um ano”, comemora Monique.

    A startup registra um aumento, em média, de 20% no faturamento todo mês. Anualmente esse índice atinge cerca de 300% de crescimento no faturamento. Além de consolidar a liderança no Brasil e impulsionar as vendas das marcas, a Mimo também quer conscientizar o mercado sobre essa nova forma de comprar e vender.

    “No começo as marcas não sabiam o que era live shopping. Após dois anos o cenário mudou e as marcas já sabem o que é e o potencial dessa ferramenta para aumentar as vendas. Hoje, a dor das empresas geralmente é aprender o formato  certo para realizar as lives, que é um diferencial da Mimo”, completa a empreendedora.

    Live shopping

    O Mimo Live Sales é um SAAS B2B Live Shopping, que permite que as marcas vendam produtos por transmissão ao vivo em seu e-commerce, e ajuda as empresas a aumentar as vendas e interagir em tempo real com seus clientes. A Mimo possui uma metodologia própria de como as marcas devem fazer suas transmissões por segmento (são mais de 18). O método já é comprovado, e a conversão média da startup é de 10% em comparação com a conversão de 2% do e-commerce global.

    A CPO e cofundadora da Mimo, Etienne Du Jardin, conta que outro ponto crucial é a capacidade da Mimo de simplificar o dia a dia das marcas ao automatizar os dados na plataforma. “A Mimo possui foco na entrega de dados em tempo real para obter resultados satisfatórios. Onde o consumidor está clicando? O que eles estão perguntando? A live não é só sobre vendas, é pesquisa em tempo real!”, comenta a CPO.

    Além disso, as empresárias afirmam que a intenção é reforçar a disponibilidade de mais detalhes sobre como os produtos das marcas podem ser melhor comunicados aos consumidores finais após as lives.

    Mercado em expansão

    O número crescente de marcas no portfólio da Mimo reflete uma expansão do comércio ao vivo em todo o mundo. As projeções e estimativas estão ficando cada vez mais robustas. Na China, onde o live commerce nasceu em 2016, esse canal de venda já representa 30% de todas as vendas do e-commerce, e a expectativa é chegar a US$ 423 bilhões em vendas este ano, segundo a empresa de consultoria Mckinsey & Company.

    De acordo com um novo estudo da consultoria global Accenture, as mídias sociais atingirão US$ 1,2 trilhão até 2025 e as compras ao vivo devem representar 20% desse total.

    Esses números mostram que o comércio ao vivo não é mais apenas uma tendência, e sim uma realidade. E deve continuar a se desenvolver progressivamente, guiado pela tecnologia sem atrito e pelo novo comportamento do cliente de compras digitais, à medida que as pessoas se tornam mais abertas a fazer compras on-line e obtêm uma experiência de compra digital humanizada por meio de transmissão ao vivo.

    *Investimento Pre-series A é uma rodada de captação destinada a startups que já passaram pela fase de ideação e tiveram aporte de capital.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL