segunda-feira, março 4, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Tráfego Pago é a estratégia para PMEs Alcançarem Resultados e Competirem em 2023

    No cenário digital altamente competitivo do Brasil em 2023, as pequenas e médias empresas (PMEs) precisam adotar estratégias eficazes para aumentar sua visibilidade online e impulsionar o crescimento dos negócios. Nesse contexto, o tráfego pago emerge como uma poderosa ferramenta de marketing digital para alcançar resultados imediatos. 

    O tráfego pago, como anúncios online, possibilita que as PMEs aumentem rapidamente sua visibilidade na internet, atingindo seu público-alvo de forma direcionada. De acordo com a The Lead Engine, a taxa de cliques em anúncios com os mesmos termos de pesquisa pode atingir até 35%, o que significa que cerca de 1 em cada 3 pesquisas resulta em um clique nos anúncios. 

    “Em resumo, o tráfego pago oferece vantagens significativas para as PMEs no Brasil em 2023, incluindo aumento rápido da visibilidade, segmentação precisa, resultados mensuráveis, flexibilidade de orçamento e oportunidade de competir com grandes empresas”, de acordo com Ágatha Barreto, comunicóloga Diretora da 220MKT e especialista em Desenvolvimento de Negócios.

    Uma das principais vantagens do tráfego pago é a capacidade de segmentação precisa. Ao contrário do marketing tradicional em alguns veículos (ou mesmo outdoors, por exemplo), o tráfego pago oferece a vantagem de resultados mensuráveis em tempo real. De acordo com levantamento do Kantar Ibope Media e IAB Brasil, houve um investimento de R$ 14,7 bilhões em publicidade digital no Brasil de janeiro a junho de 2022, montante que supera os resultados de 2020 (R$ 10,3 bi) e de 2021 (R$ 13,2 bi). 

    O tráfego pago também é flexível em termos de orçamento, já que com esse formato de anúncio as PMEs têm a oportunidade de competir em pé de igualdade com grandes empresas em termos de visibilidade online. Segundo a pesquisa NuvemCommerce da NuvemShop, 60% dos profissionais afirmam investir até R$ 1.000 por mês em tráfego pago, sendo 67% em Instagram Ads e 61% em Facebook Ads, ambos do Meta. 

    “O tráfego pago conseguiu nivelar o campo de jogo, permitindo que as PMEs ganhem visibilidade com táticas como remarketing, por exemplo. Desse modo, mostra-se essencial a presença digital de empresários e negócios que estejam interessados em aumentar seu faturamento, ou até mesmo em sobreviver ao mercado ao longo dos próximos anos. Com pequenos aportes já é possível verificar grande resultado, conforme destacado pelas pesquisas do ramo”, conclui Ágatha Barreto. 

     

    Mais informações: https://220mkt.com.br/

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL