quinta-feira, junho 13, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Mudanças nas formas de trabalho pedem atenção de líderes corporativos, diz OIT

    O mundo empresarial precisa se voltar mais às mudanças nas formas de trabalho. O alerta é da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que ressalta o desafio dos líderes corporativos diante da necessidade de rápidas respostas à reconfiguração dos modos de atuação. Apenas na América Latina e Caribe, cerca de 23 milhões de pessoas passaram a atuar pelo teletrabalho.

    A OIT chama a atenção também para as alterações na formação profissional, assim como nas outras atividades educativas. Em um nível global, cerca de 85% dos participantes de cursos e programas continuaram formações a distância. De acordo com a organização internacional, esse modelo de trabalho traz benefícios, mas também pede atenção, uma vez que pode provocar lacunas de competências e acontecer na informalidade.

    Segundo a OIT, em países de rendas baixa e média, todas as pessoas que trabalham em domicílio, cerca de 90%, estão em condições informais. Já em relação à renda, os trabalhadores situados no Reino Unido ganham 13% menos. Já na Argentina, Índia e México, esse cenário muda para 50%.

    Diante disso, a Organização das Nações Unidas (ONU) ressalta a importância do acesso à informação e a capacitação de líderes empresariais e colaboradores como prioridades, especialmente no mundo corporativo. Da mesma forma, a OIT reforça que as capacitações devem estar nas pautas das empresas, relacionando avanços tecnológicos, questões ESG – sigla para Ambiental, Social e Governança – e principalmente o trabalho decente. Um exemplo são as Conferências Internacionais do Trabalho, realizadas anualmente.

    Da mesma visão compartilha o fundador e principal executivo do Latin American Quality Institute (LAQI), Daniel Maximilian da Costa. Ele ressalta que os líderes empresariais precisam estar atentos às rápidas transformações, e isso envolve as práticas ESG, a agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e realidades próprias da corporação. Para tanto, cita que há um vasto conteúdo das organizações internacionais que colaboram em tais formações.

    “É preciso ampliar essa visão. Há um bom tempo, contamos com programas, treinamentos e conferências que ajudam o mundo corporativo. Os exemplos são muitos, mas destaco a Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que reúne diferentes países, e o LAQI Impact Summit – Brazil 2023, que conta com um ciclo de conferências com renomados especialistas pautados pelos temas Qualidade, Meio Ambiente, Sociedade e Governança. Com isso, podemos dizer que há um grande respaldo na busca pela qualidade e excelência”, finaliza. 

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL