sábado, junho 22, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    IA ajuda a criar novos negócios e impulsiona o mercado de serviços e produtos

    Softwares como o ChatGPT e outras ferramentas com IA podem ser utilizados para a fase inicial de construção e ideação do negócio. Como exemplo, por meio da IA o empreendedor pode avaliar quantidades significativas de dados de mercado de uma forma muito mais fácil e rápida do que se tivesse que o fazer manualmente.

    Essa tecnologia também pode ser utilizada na criação de modelos preditivos que auxiliem o empreendedor a ter uma previsão se o negócio pode ou não ter sucesso.

    Além disso, a IA ainda pode ser uma solução para criar novas ideias entre as equipes criativas de uma startup, tendo como base insights e dados de relevância para o negócio.

    Sendo assim, essa tecnologia tem muito potencial nos primeiros passos de um negócio e pode servir como um pontapé inicial para quem está inseguro.

    Conforme trecho de entrevista ao talk show Trilha da Inovação, veiculado no portal InfoMoney, a Presidente da Abstartups, Associação Brasileira de Startups, diz que é importante tirar as ideias do papel e começar a executá-las: “Eu costumo dizer que você tem que começar, começa com qualquer coisa”.

    Ela complementa: “Eu vejo muitos empreendedores que têm muita dificuldade em começar. Eu vejo pessoas que querem deixar o projeto perfeito e é um erro muito grave isso, porque o projeto nunca vai estar perfeito. Ninguém espera perfeição para utilizar o projeto, porque quem vai dizer se o projeto é bom ou não é o cliente, e o mercado só vai ter acesso quando tiver contato com a solução”.

    Depois de criado o negócio com a ajuda da IA e ultrapassada a fase de experimentação inicial, o negócio pode começar a se firmar no mercado e a se expandir com o auxílio das estratégias certas de divulgação, principalmente por meio do marketing digital e de um divulgador de notícias.

    IA no mercado de serviços e produtos

    A inteligência artificial não tem contribuição apenas na criação de negócios, uma vez que também pode ser utilizada por empresas que já existem – principalmente no setor varejista.

    Com a IA sem código, as interfaces ficam muito mais fáceis de arrastar e soltar, possibilitando que qualquer empresa consiga usufruir de suas habilidades para desenvolver serviços e produtos melhores e mais inteligentes. É o que afirma como tendência o portal Forbes.

    Segundo o portal, isso já está acontecendo no setor varejista, e um dos exemplos é a Stitch Fix, que já utiliza algoritmos habilitados para inteligência artificial para fazer a recomendação de itens de vestuários aos clientes, com a devida correspondência de numeração e gosto.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL