sábado, abril 20, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    2 presos por violência doméstica e estupro de vulnerável em Jaciara

    A Polícia Civil, por meio do Núcleo da Mulher da Delegacia de Jaciara, e apoio da Patrulha Maria da Penha, deflagrou na manhã desta quinta-feira (20.10), a Operação Libertação, com objetivo de cumprir quatro mandados de prisão e busca e apreensão contra investigados pela prática dos crimes de ameaça, violação de medida protetiva e estupro de vulnerável.

    Na operação, foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão. A ação busca libertar mulheres e crianças dos agressores, representando uma resposta efetiva e dura na luta contra a violência doméstica e familiar. 

    Um dos suspeitos investigados chegou a tentar fugir para Cuiabá, no entanto, a equipe da Delegacia de Jaciara conseguiu localizá-lo e dar cumprimento do mandado de prisão preventiva em seu desfavor.

    Entre os alvos também estava um homem suspeito de estupro de vulnerável praticado contra duas sobrinhas e uma neta. A prisão do investigado foi uma ação rápida da Polícia Civil, uma vez que entre o registro da ocorrência, coleta de elementos informativos que comprovaram materialidade e autoria e a efetivação da prisão transcorreram menos de 15 dias.

    Os delegados de Jaciara, José Ramon Leite e Anna Paula Marien Pereira, responsáveis pelas investigações, destacaram que a sensação é de dever cumprido, especialmente porque um dos investigados preso costumava debochar da Polícia e do Judiciário, alegando que jamais seria preso por se tratar de uma pessoa influente.

    “Foi dada a resposta que independentemente de classe ou eventual status social ninguém está acima da lei e que todo e qualquer tipo de violência à mulher e a criança será sempre duramente combatido pela Polícia Civil de Mato Grosso”, disse José Ramon, delegado titular da unidade. 

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL