VALE TUDO: EM DELAÇÃO O EX-GOVERNADOR SILVAL ENTREGA O PRÓPRIO FILHO

VALE TUDO: EM DELAÇÃO O EX-GOVERNADOR SILVAL ENTREGA O PRÓPRIO FILHO

Para obter a prisão domiciliar e utilizar tornozeleira eletrônica,e como parte da estratégia de defesa do ex-governador Silval Barbosa (PMDB),que admitiu sua participação em esquemas de corrupção, alvos da Polícia Civil e Ministério Público Estadual (MPE), e confessou ter praticado crimes investigados na Operação Sodoma.

O ex governador Silval entregou o próprio filho e mais 12 pessoas, Rodrigo da Cunha Barbosa seu filho foi delatado como membro da organização criminosa montada para arrecadar valores para custear dívidas e campanha política.

Detalhou a participação de cada uma delas na quadrilha e a função exercida por cada membro. Os interrogatórios foram prestados por Silval nos dias 1º de junho deste ano na Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Administração Pública (Defaz).

Em sua confissão o ex-governador detalhou a função de cada um dos membros e os valores de propina que cada um recebeu. Citou a participação de seu ex-chefe de gabinete, Silvio César Corrêa Araújo, Pedro Nadaf, Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, o Chico Lima, César Roberto Zílio, Pedro Elias Domingos de Melo, Valdísio Juliano Viriato, Arnaldo Alves, Marcel Sousa de Cursi, Afonso Dalberto, Francisco Anis Faiad, seu filho Rodrigo Barbosa e José de Jesus Nunes Cordeiro.

Silval também confirma a tese do Ministério Público e diz que os ex-secretários estaduais Arnaldo Alves de Souza Neto (Planejamento) e Marcel Souza de Cursi (Sefaz) concorreram para a prática do crime.

As investigações da Delegacia Fazendária com aval do MPE apontam que a organização criminosa chefiada por Silval Barbosa, vez agindo por intermédio do braço instalado no Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), solicitou e recebeu propina no valor de R$ 15,8 milhões entre abril e novembro de 2014.

Agora, na confissão, Silval confirmou os detalhes que vinha negando há mais de 1 ano e meio. Disse que no ano de 2011 foi procurado por João Batista Rosa que acompanhado de Pedro Nadaf, à época Secretário da Secretaria de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme).

 

Redação

Talvez você também goste

RONDONÓPOLIS

GRUPO DE MULHERES SE MOBILIZA SOBRE LEI DE TIPAGEM SANGUÍNEA NAS ESCOLAS

O Grupo de Mulheres em Prol de Rondonópolis que vem atuando em assuntos relevantes de interesse público na cidade, mais uma vez mostra sua força através da comissão de saúde composta

RONDONÓPOLIS

ANA VITÓRIA DE RONDONÓPOLIS PARA O CORINTHIANS

No mês que vem, a jogadora de futebol Ana Vitória, revelada pelo Rondonópolis Esporte Clube completa 17 anos. Mas parece que o presente veio antecipado, isso porque a jovem meia

Brasil

CANDIDATO MANDA COMPRAR TODOS OS JORNAIS

O EXTRA noticiou, nesta sexta-feira, que o candidato à Prefeitura de Belford Roxo Waguinho (PMDB) está sendo investigado pelo Ministério Público estadual por abuso de poder econômico e político. A