UM TAPA NA CARA DO TRABALHADOR BRASILEIRO

VENCIMENTOS EM MT CHEGARAM A R$300MIL EM DEZEMBRO

Um levantamento feito nas folhas de pagamento do Tribunal Justiça do Mato Grosso revelou que os valores pagos a magistrados superam 300mil reais. No entanto os pagamentos são legais.

 

 

 

 

 

 

 

 

Na folha de dezembro de 2016 duas desembargadoras, receberam mais de R$ 200 mil. Uma delas chegou a receber  mais de R$300 mil.

MARIA EROTIDES KNEIP BARANJAK  – Desembargadora do Tribunal de Justiça MT  R$ 338.017,41       

MARIA HELENA GARGAGLIONE PÓVOAS –  Desembargadora do Tribunal de Justiça MT R$   287.759,17    

Em um país em que pelo menos 30% dos brasileiros ganham até um salário mínimo, atualmente no valor de R$ 880,00 com reajuste ainda não aprovado poderá chegar a R$ 945,00. Uma desembargadora do Tribunal de Justiça MT ganhou mais 380 vezes este valor.

Os magistrados têm direito a uma série de benefícios, como auxílio-creche, auxílio-refeição, auxílio-obras técnicas e outros criados exclusivamente para o judiciário que justificam  o alto rendimento

Os dados estão disponíveis na internet. A folha de pagamento dos Tribunais de Justiça deve ser publicada regularmente em obediência a uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que impõe transparência.

Embora os recebimentos sejam exorbitantes, não há ilegalidade na remuneração.

Parabéns a você trabalhador que ganha um salario mínimo, acorda cedo para pegar um serviço de transporte público de péssima qualidade, quando fica doente é passivo de morrer em uma fila de unidade de saúde em péssimas condições, paga para respirar e ainda tem que aguentar quieto tudo isso dentro da legalidade, mas de uma total imoralidade.

Trabalhador brasileiro o verdadeiro herói nacional.

Como imortalizou Cazuza:

“Brasil, mostra a tua cara /Quero ver quem paga /Pra gente ficar assim /Brasil /Qual é o teu negócio? /O nome do teu sócio /Confia em mim”.

 

redação