ÚLTIMAS NOTÍCIAS: SUSTO EM VOO QUE TRANSPORTAVA TIMES DE FUTEBOL DA SÉRIE “C” E “D” DO BRASILEIRÃO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: SUSTO EM VOO QUE TRANSPORTAVA TIMES DE FUTEBOL DA SÉRIE “C” E “D” DO BRASILEIRÃO

O avião da companhia Gol em que estava as delegações dos times do Cuiabá e do Sinop precisou retornar ao aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, cerca de 15 minutos após levantar voo na manhã desta sexta-feira (16). De acordo com um dos passageiros, uma ave entrou em uma das turbinas.

Os dois times estavam seguindo para Brasília, onde o Sinop irá jogar neste final de semana pela Série D. Já o Cuiabá faria uma escala na capital federal e continuaria viagem até Fortaleza para jogo na Série C.

Passageiros que estavam na aeronave relataram que cerca de 15 minutos após o avião levantar voo, houve um forte barulho em uma das turbina. Em seguida, o avião aparentou ter perdido força.

O piloto anunciou minutos depois que uma das turbinas foram atingidas por um pássaro e que por medidas de segurança iria retornar ao aeroporto de Várzea Grande.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros esperou o pouso, mas não houve nenhum problema. Os dois times e os demais passageiros tiveram que ser colocados em outros voos.

 

Redação com FolhaMax

Talvez você também goste

Variedades / Entretenimento

ELE DE NOVO : MC LIVINHO É DETIDO PELA POLÍCIA ACUSADO DE AGRESSÃO NO CEARÁ

MC Livinho se meteu em mais uma confusão, desta vez em Jericoacoara, no Ceará. Ele foi detido nesta quarta-feira, 07, pela polícia acusado de ter agredido um guia turístico além

RONDONÓPOLIS

Anderson Flavio de Godoi será o Procurador Geral do Município Na Nova Gestão de Zé do Pátio

O ex-procurador-geral da Assembleia Legislativa Anderson Flavio de Godoi será o Procurador Geral de Rondonópolis, Anderson é velho conhecido do prefeito diplomado José Carlos do Pátio, trabalhou na assessoria jurídica

Destaques

Ditador Presidente Maduro da Venezuela fecha fronteira com Brasil e Colômbia até 2017

Em meio à grave crise econômica, governo anuncia que manterá passagem bloqueada até o ano que vem, para coibir contrabando da moeda local. Estima-se que mais de 70 mil venezuelanos