“SHOW DE MC LIVINHO” PROVOCA PREJUÍZOS ESTIMADOS EM SETENTA MIL REAIS PARA EMPRESA DE SONORIZAÇÃO

“SHOW DE MC LIVINHO” PROVOCA PREJUÍZOS ESTIMADOS EM SETENTA MIL REAIS PARA EMPRESA DE SONORIZAÇÃO

Cancelamento motivou quebra-quebra

 

Mario Cesar da Wave Som 33 anos de experiência em sonorizações de eventos.

O show do cantor MC Livinho que foi cancelado de última hora em Rondonópolis na noite de sábado (1º), quando os fãs se revoltaram e atiraram cadeiras e outros objetos no palco e destruíram parte do equipamento de som da empresa contratada para sonorizar o evento.

A Wave Som e Luz de propriedade do empresário, Mario Cesar Gomes da Silva contratado pela organização do evento foi a maior prejudicada de toda a confusão, com experiência de mais de 33 anos de serviços em eventos de grande porte esta foi à primeira vez que passou por uma situação com um show nacional.

O pessoal tem que entender que os equipamentos não são das bandas ou do cantor, quando fatos semelhantes acontecem sempre quebram a estrutura e acabam prejudicando quem não tem nada que ver com a história”. Disse Mário

Segundo as estimativas do empresário de som o prejuízo deverá alcançar a soma de R$70.000,00 (setenta mil reais).

É muito triste ver seu equipamento sendo destruído, quando percebi a situação tentei proteger o que foi possível. Eu entendo a revolta da galera, mas dai quebrar as coisas é outra historia”. Declarou o empresário.

A reportagem do Marreta Urgente teve acesso às fotos do equipamentos danificados, e também confirmou com o empresário que o valor acertado entre a sua empresa e os organizadores do show foram todos acertados e não existe pendência. Sobre o prejuízo os organizadores afirmaram possuir um seguro do evento com apólice da Seguradora Porto Seguro, mas ainda não foi apresentado ao empresário. Se comprovado o seguro o prejuízo será minimizado.

Perguntado sobre a possibilidade no futuro  ser contratado para um show do MC livinho, Mario disse respeitar o cantor, mas acredita que isso não será mais possível devido aos acontecimentos.

Quanto à questão polêmica entre os produtores do show e o cantor sobre pagamento de cache ele prefere não emitir opinião. “Os produtores do evento afirmam que pagaram e tem como provar.” Fui contatado para sonorizar o evento e assim cumpri meu contrato. Espero que tudo seja resolvido para o bem de todos”. Finalizou

MC Livinho já possui um histórico de não comparecimento em shows. Em outubro do ano passado, ele também deixou centenas de fãs frustrados, no interior de Minas Gerais, e foi acionado judicialmente pelo produtor do evento. À época, ele fez uma postagem numa rede social alegando que houve desacordo comercial e que, por isso, não compareceu. Anterior a esse episódio, o cantor também não compareceu a uma casa noturna em Cabo Frio (RJ), onde havia sido contratado para um show.

Os organizadores do evento informaram que as medidas judiciais cabíveis para apurar os responsáveis estão sendo tomadas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redação

Talvez você também goste

Destaques

CÂMARA APROVA MOÇÃO DE APLAUSO PROPOSTA PELO VEREADOR DR. ORESTES AO SITE MARRETA URGENTE

O Plenário da Câmara Municipal de Rondonópolis, durante a sua 23ª Sessão Ordinária da 16ª Legislatura, realizada nesta quarta-feira (21), apreciou e votou uma “Moção de Aplauso”, proposta pelo vereador

Brasil

CASAL É PRESO APÓS RITUAL SATÂNICO EM PORTO VELHO

Um casal foi preso por criar uma falsa agência de modelos para aliciar jovens para a prática de rituais satânicos, em Porto Velho. Segundo a Delegacia de Atendimento à Mulher

Mato Grosso

“É JUSTO, ENGANAR OS 40 FUNCIONÁRIOS SENHORA REPRESENTANTE” PERGUNTA VEREADOR EM REUNIÃO NA CÂMARA SOBRE ESTACIONAMENTO ROTATIVO.

A reunião convocada pelos vereadores com a presença dos representantes do Rotativo Rondon e do Secretário de Trânsito Rodrigo Metello, realizada nesta terça feira (28) na câmara de vereadores foi