SESSÃO DE HOMENAGEM A ISRAEL: DEPUTADO GALLI DEFENDE JERUSALÉM COMO CAPITAL

SESSÃO DE HOMENAGEM A ISRAEL: DEPUTADO GALLI DEFENDE JERUSALÉM COMO CAPITAL

Deputado Criticou Posição Do Governo Temer em relação a ISRAEL

A Sessão solene realizada na Câmara dos Deputados na quarta feira 10 de maio em Homenagem à Criação do Estado de Israel contou com a presença do Embaixador de Israelense, Yossi Shelley. A sessão histórica foi presidida pelo Deputado Alan Rick (PRB/Acre).

Foi marcada pela homenagem e pelo discurso determinado e coerente do deputado Victório Galli (PSC/MT), após parabenizar os 69 anos de criação, reconhecimento e independência do Estado de Israel.

O deputado fez algumas considerações importantes sobre o tema:

  •  É a única democracia plena no Oriente Médio;
  •  Tem laço de gratidão para com o Brasil, pois diplomata brasileiro Osvaldo Aranha presidiu a Assembleia Geral da criação do estado;
  • A posição da A UNESCO, atendendo proposta de nações islâmicas, em não reconhecer que Israel tenha direito sobre sua capital, Jerusalém. Anteriormente, já havia negado a soberania dos judeus sobre seus lugares sagrados, incluindo o Muro das Lamentações.

O governo brasileiro votou contra o direito de Israel sobre sua capital Jerusalém, na última reunião da UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – realizada em Paris no dia 2 de maio.

No discurso deputado e professor Victório Galli fez duras criticas ao governo federal, inclusive acredita ele que o Itamaraty, deveria apresentar publicamente os motivos para esse posicionamento tão desastroso.

 “Não há razões para que o Brasil apoie resoluções que claramente desprezam uma história de três mil anos. Conforme eu já disse, os abundantes registros históricos e arqueológicos comprovam que o povo judeu habitava aquela terra centenas de anos antes da chegada dos que hoje se declaram palestinos”. Frisou Galli

Assista o vídeo:https://youtu.be/XkjqIp2g4JE

As Nações Unidas defendem atualmente uma agenda globalista, sendo fortemente influenciada por um viés esquerdista que determinam suas ideias obre todos os países que possuem cultura judaico-cristã.

Na prática, a ONU tenta, dessa maneira, transformar Jesus e seus discípulos em muçulmanos.

A tentativa de “internacionalização” da cidade às vésperas dos 50 anos de reunificação parece seguir uma agenda globalista, que tenta reescrever a história, distorcer os fatos e enganar o mundo.  Concluiu o deputado.

E O PT COM ISSO

O PT – Partido dos Trabalhadores tentou reescrever a história e conta-la a seu modo. Durante os anos da gestão petista que nosso país parou de reconhecer Jerusalém como capital de Israel e criou um imbróglio diplomático com seu governo de Israel e por um ano ficou sem embaixador no Brasil.

O Governo de Michel Temer precisa dizer de que lado ficará se irá seguir as diretrizes petistas ou se posicionar ao lado do povo de Israel.

 

 

Redação

 

Talvez você também goste

Brasil

VÍDEO FLAGRA PROFESSOR MANDANDO ALUNOS SE “ARROMBAREM”

Começou a circular nas redes sociais nas últimas horas um vídeo onde um #professor de Física está à beira de um ataque de nervos. Ele aparece dando um sermão nos

Brasil

MULHER É MORTA PELO PRÓPRIO MARIDO DURANTE BRINCADEIRA EM PADARIA; VEJA

Uma mulher foi morta a tiros pelo próprio marido durante uma suposta brincadeira dentro de uma padaria em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Imagens de câmeras de monitoramento

RONDONÓPOLIS

“TEM VEREADOR COM TÍTULO DE DEMAGOGO E NÃO SOU EU” DIZ CLÁUDIO DA FARMÁCIA

Um pedido de vistas em um projeto está dando o que falar os vereadores do grupo governista, não digeriram muito bem a situação e atacaram o presidente da comissão de