Senador explica tuíte sobre ‘bomba’ no STF: ‘Daqui a pouco vão dizer que matei o ministro’

Senador explica tuíte sobre ‘bomba’ no STF: ‘Daqui a pouco vão dizer que matei o ministro’

Em meio às notícias sobre a morte na queda de um avião do relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Teori Zavascki, uma postagem feita no Twitter pelo senador José Medeiros (PSD-MT) na tarde desta quinta-feira vem causando alvoroço nas redes sociais. No texto, publicado pouco antes que a tragédia se tornasse pública, o político escreve que “uma bomba de forte impacto no Brasil, envolvendo STF”, seria noticiada em breve. Foi o bastante para que alguns internautas insinuassem que o senador soube anteriormente da morte do ministro.

José Medeiros explicou que estava numa reunião com Michel Temer, pouco antes das 16h, quando o presidente recebeu um telefonema com a confirmação de que Teori Zavascki estava no avião que havia caído. A postagem em questão foi feita assim que o senador deixou o encontro.

— Não quis colocar (o nome do ministro) porque ninguém havia noticiado — afirmou o político, antes de dar detalhes sobre a reação de Temer ao ser informado do ocorrido:

— Tocou o telefone e ele disse: “Meu Deus”. Depois que desligou, ele olhou pra mim e falou: “Rapaz, o ministro estava no voo”. Já estávamos encerrando a conversa, então fui embora e saí dali com um bolo no estômago. É uma notícia impactante demais.

O senador José Medeiros

A confusão se tornou ainda maior por conta de características do próprio Twitter. Se um usuário cadastrado no Brasil acessa a postagem, ela aparece no horário real em que foi feita: às 16h58m. Caso um internauta que não esteja logado numa conta abra o mesmo link, contudo, o horário exposto é outro, de 10h58m, em virtude do fuso-horário norte-americano.

— Daqui a pouco vão dizer que eu matei o ministro — acrescentou o senador, em tom bem-humorado.

A postagem exibindo um horário diferente, quando feita sem acesso a uma conta no Twitter

José Medeiros também explicou uma postagem feita pouco depois, direcionada ao procurador André Figaro, em que escreveu: “Quem será o próximo ministro”. O texto levou a mais suposições na internet, dando a entender que o senador teria informações sobre a futura indicação a ser feita pelo presidente Michel Temer para a vaga de Teori Zavascki. Segundo o político, tratava-se de uma brincadeira com o procurador, que, no passado, teria acertado a indicação do também ministro Dias Toffoli para o STF:

— Só esqueci de por o ponto de interrogação — disse Medeiros.

 

 

Fonte:extra.globo.com

Talvez você também goste

Destaques

AGENDA DE BOLSONARO EM PRIMAVERA DO LESTE SOFRE ALTERAÇÃO POR CAUSA DE AMEAÇAS

A visita do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) a cidade de Primavera do Leste MT, causa a primeira polêmica. Uma visita e entrevista coletiva do deputado na câmara de vereadores

Destaques

Vídeo mostra dezenas de passageiros em pânico abandonando avião em chamas

Vídeo mostra dezenas de passageiros em pânico abandonando avião em chamas (Foto: Cortesia Teletica.com/BBC) O pânico tomou conta de um voo da American Airlines que ia de Chicago para Miami,

Destaques

Médicos retiram agulha de corpo de bebê vítima de ritual religioso

Uma equipe médica retirou uma das agulhas do corpo do bebê de 3 meses que supostamente passou por um ritual religioso no município de São Pedro da Cipa, no mês