PREFEITURA DO RIO NOMEIA “MORTO” PARA CARGO

PREFEITURA DO RIO NOMEIA “MORTO” PARA CARGO

PAULO HENRIQUE, EX-JOGADOR DO FLAMENGO, SERIA ASSISTENTE NA GERÊNCIA DA SUBSECRETARIA DE ESPORTES

Mais uma pessoa que morreu foi nomeada para um cargo municipal no Rio de Janeiro. Dessa vez, Paulo Henrique Souza de Oliveira Júnior, morto em 14 de fevereiro deste ano, foi indicado como assistente nível 1 na gerência de Esportes, Lazer e Inclusão Social da subsecretaria da pasta. A indicação do nome dele consta na página 16 do Diário Oficial do dia 20 de fevereiro.

Segundo o documento, Oliveira Júnior, como era conhecido, foi nomeado no dia 17 de fevereiro, retroativo ao dia 1º do mês passado. Ex-jogador de futebol e ex-técnico formado na base do Flamengo, ele morreu no mês passado por consequência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), aos 52 anos.

Marliene Lordelo, viúva de Paulo Henrique, esclarece que o marido já fazia parte do quadro de funcionários da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, que se tornou subsecretaria. Em 1º de fevereiro, todos os funcionários da pasta foram exonerados, e durante o processo de realocação para a subsecretaria, iniciado antes da morte do ex-jogador, o nome de Oliveira Júnior entrou na lista de nomeações.

” A nova estrutura foi publicada apenas no D.O. (Diário Oficial) do dia 17 de fevereiro, por causa da fila de processos e nomeações de toda a prefeitura. Meu marido teve um AVC e nos deixou inesperadamente no dia 14 de fevereiro. Os processos de toda a secretaria já tinham sido entregues desde o início de fevereiro, mas, devido à burocracia, só saiu três dias depois que ele havia falecido. O atestado de óbito dele já foi entregue e o RH tomará as medidas cabíveis”, explicou por e-mail.

De acordo com a assessoria da subsecretaria de Esportes, Lazer e Inclusão Social, com a nova gestão de Crivella, o processo de nomeação de funcionários, administrado pela Casa Civil, foi demorado e criou-se uma fila de publicação no DO devido à burocracia. Sendo assim, Oliveira Filho morreu e sua nomeação saiu dias após o óbito. A assessoria esclareceu que seu atestado de óbito já está na Casa Civil e ele será exonerado.

Não é a primeira vez que a prefeitura comete o mesmo ato. O prefeito já havia indicado um morto, que não teve o nome divulgado a pedido da família, para a assessoria da diretoria de Marketing da Riotur. A morte do então funcionário foi relatada por amigos em redes sociais e sua indicação ao cargo foi publicada na página 6 do Diário Oficial do município do dia 3 de março, com data retroativa a 2 de janeiro.

 

globo.com

Talvez você também goste

Brasil

CARRO EXPLODE EM POSTO DE COMBUSTÍVEL E MATA UMA MULHER

Uma mulher morreu na noite de sábado(8),após um carro explodir num posto de combustíveis em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Érica Lima Thiengo Siqueira, de 27 anos, estava dentro

Destaques

MORADOR DIZ QUE PM AGIU COM ABUSO DE PODER EM ABORDAGEM

Confusão começou após o filho do morador ter sido abordado pelos PMs. De acordo com o morador, que formalizou a denúncia o advogado Ariosvaldez Rodrigues de Lima, houve abuso de

Mato Grosso

“MISS BRASIL DAS AMÉRICAS PLUS SIZE ” GEIZA SCHREIBER REPRESENTA O MT

Geiza Pereira de Souza Schreiber que venceu em 2016 o concurso Miss Brasil Quatro Estações Plus Size, vai representar Mato Grosso no concurso Miss Brasil das Américas Plus Size 2017,