MÉDICO DE RONDONÓPOLIS COM SÍNDROME DE GUILLAIN-BARRÉ DEIXA A UTI (ATUALIZAÇÃO)

MÉDICO DE RONDONÓPOLIS COM SÍNDROME DE GUILLAIN-BARRÉ DEIXA A UTI (ATUALIZAÇÃO)

ELIMINAÇÃO DO MOSQUITO É A FORMA DE PREVENÇÃO

O médico pediatra Afonso Carlos Vilela, de 69 anos, que estava internado há mais de 15 dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Rondonópolis com a Síndrome de Guillain-Barré, foi transferido para um quarto. Apesar de seu quadro de saúde ter evoluído mas ainda inspira cuidados e permanece internado sem previsão de alta.

A síndrome de Guillain-Barré causa uma diminuição da força muscular, com dificuldade de deglutição e nos movimentos.

A prevenção passa pela eliminação do mosquito que causa a dengue e zika vírus transmitido pelo mesmo vetor: o mosquito aedes aegypti.

Para isso, é fundamental eliminar os criadouros do mosquito, que coloca seus ovos em recipientes com água parada. O cuidado para evitar a sua proliferação deve ser feito por todos.

Eliminar garrafas, sacos plásticos e pneus velhos que ficam expostos à chuva, além de tampar recipientes que acumulam água como caixas d´agua e piscina, são fundamentais para este controle.

Uma limpeza geral em sua residência e terrenos impede a reprodução do aedes.

ATUALIZAÇÃO:

Dr. Afonso Carlos Vilela, ainda está na UTI  e seu estado inspira cuidados, porém está acordado e recuperando os movimentos dos membros, também já consegue conversar um pouco.

Torcemos pela sua plena recuperação.

 

Redação

 

Talvez você também goste

Marretadas

ROTATIVO RONDON DE MAL A PIOR

Após a empresa que administra o Rotativo Rondon deixar seus colaboradores sem o beneficio natalino não efetuando até dia 20 o pagamento do décimo terceiro salário. Colaboradores entraram em contato

Marretadas

TSUNAMI DE OCORRÊNCIAS EM RONDONÓPOLIS

A violência no Brasil cresce de forma acelerada e sem controle, ocorrências relacionadas a crimes contra o patrimônio (roubos e furtos) e inclusive assaltos a agências bancárias em Rondonópolis. Dentre

Destaques

CANTOR BELCHIOR MORRE NO RIO GRANDE DO SUL AOS 70 ANOS

Morreu, na madrugada neste domingo, o cantor e compositor Belchior, aos 70 anos. Ele faleceu em casa, em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos. A informação