GRUPO MATO-GROSSENSE CRITICA SENADORES CIDINHO E WELINGTON

GRUPO MATO-GROSSENSE CRITICA SENADORES CIDINHO E WELINGTON

A Direita MT Chama Senadores De Anti Cristãos e Globalistas

Após o plenário do Senado aprovar na terça-feira (18) o projeto de lei que institui o novo Estatuto de Migração, proposta apresentada pelo senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), atual ministro das Relações Exteriores, que já havia sido aprovada pelo Senado, mas, ao ser analisada na Câmara, foi modificada pelos deputados, fazendo com que os senadores tivessem de votá-la novamente.

O grupo Direita Mato Grosso publicou em sua pagina no facebook algumas declarações e fotos contrárias aos senadores do estado Cidinho Santos (PR) e Wellington Fagundes (PR).

 

Foto: Publicada no Facebook
Direita Mato Grosso
@direitamt
Página

A publicação relata que o novo estatuto de migração destrói a soberania nacional e chama os parlamentares de Globalistas e Anti Cristãos.

Publicação pagina do grupo no Facebook

Somos contra a quebra da soberania nacional e a imigração sem critérios, indiscriminada e para fazer “firula” para a ONU, Globalistas e anti cristãos que querem subjugar os valores ocidentais.

De Mato Grosso, dois senadores se alinharam a essas forças de esquerda e interesses internacionais anti-cristãos e globalistas. Basta-nos saber se o alinhamento foi intencional ou por falta de capacidade de compreensão da realidade nacional, internacional e do enfrentamento ideológico mundial.

Não iremos nos surpreender se, ambos os “gênios” senadores de nosso estado, não souberem ou nunca terem ouvido os termos “globalismo”, “eurasianismo” ou algo sobre as reais intenções ideológicas da União Europeia ou da ONU; ou o nome de George Soros.

O significado de Globalismo é a atitude política ou da colocação dos interesses de todo o mundo acima das individuais das nações. Outra é ver o mundo inteiro como uma esfera própria de um projeto de nação para influência política.

Com a aprovação o projeto agora seguirá para sanção do presidente Michel Temer. A proposta substitui o Estatuto do Estrangeiro, de 1980 e em vigor atualmente.

O texto regula a entrada e estada no Brasil dos migrantes e visitantes, e estabelece diretrizes para as políticas públicas voltadas para esse público;

A proposta também estabelece que as políticas deverão levar em conta a igualdade com os nacionais e o acesso aos serviços públicos de saúde, de assistência e de Previdência Social;

Em outros países como Alemanha, Suécia e Argentina com propostas parecidas às aprovadas no Brasil, já estão sendo revistas por causa dos fortes alertas de ameaças terroristas nestes países.

Segundo o grupo a aprovação da nova lei, favorece a entrada no Brasil de potenciais criminosos terroristas sem nenhum tipo de fiscalização, assim fanáticos religiosos e extremistas poderão ter sua entrada facilitada no país.

 

Redação

Talvez você também goste

Marretadas

MARRETA ENTREVISTA ROGÉRIO SALLES DA COLIGAÇÃO “RONDONÓPOLIS MERECE MAIS”

Nesta entrevista exclusiva ao Marreta Urgente, fala sobre seus desafios e as razões que o motivam na política. Marreta urgente – O que levou o senhor a aceitar o convite

Destaques

CRIANÇAS PEDEM “IMPEACHMENT” DE SÍNDICO

Um grupo de 20 crianças moradoras do Condomínio Terra Nova em Rondonópolis na noite de sexta feira dia 5, por volta das 19 horas deram uma aula de cidadania, elas

Notícias

PM é baleado e confundido com criminoso por colegas da polícia

O soldado da Polícia Militar que foi baleado dentro do próprio carro, na tarde desta quarta-feira (18), em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, foi atingido por colegas da