CONCURSO PARA DELEGADO NO MT SOB “SUSPEITA”

CONCURSO PARA DELEGADO NO MT SOB “SUSPEITA”

EMPRESA ACUSADA DE FRAUDE EM GOIÁS APLICARÁ PROVAS EM MT

Um recurso no Tribunal de Justiça busca impedir que a banca Cebraspe realize o Certame.

As bases da argumentação utilizada no recurso são: as fraudes (venda de gabaritos) no Certame de Goiás e também no Distrito Federal.

Ao que parece a Cebraspe não consegue obedecer ao Princípio da Eficiência, já que provas/gabaritos são vazadas e vendidas, caracterizando fraude nos concursos.

Com salário inicial é de R$ 19.316,49, o Governo do MT lançou na sexta-feira (17), o edital de abertura de concurso público para formação de cadastro de reserva de delegado de polícia substituto da Polícia Judiciária Civil (PJC), a taxa de inscrição é de R$ 180,00.

O concurso será realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) que realizará o concurso utilizando o método Cespe de seleção. Essa é a mesma banca que Fraudou o concurso para Delegado de Goiás e foi contratada para realizar no Mato Grosso.

O advogado Paulo Cesar Oliveira impetrante do mandado de segurança orienta que os candidatos aguardem a decisão para então realizar ou não a inscrição do concurso.

 

Redação

 

Este material pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sempre citando o link: www.marretaurgente.com.br.

Talvez você também goste

Destaques

UBALDO DIZ QUE CONSULTOR DO CARNAVAL ESTÁ MENTINDO E QUE DÍVIDA NÃO PASSA DE 118 MIL REAIS

Na manhã desta terça-feira (13), na Câmara de vereadores de Rondonópolis o vice-prefeito Ubaldo Tolentino de Barros (PTB), explicou sua participação no carnaval 2017 e deixou muito claro algumas situações:

Brasil

DOSSIÊ JBS: KASSAB EMBOLSOU PROPINA DA VENDA DO PSD PARA O PT

Ricardo Saud contou à PGR que Gilberto Kassab vendeu o apoio do PSD à reeleição de Dilma Rousseff, mas desviou parte do dinheiro para o próprio bolso. “O cara roubar

Brasil

Repórter da CBN é roubada na rua da Secretaria de Segurança de SP

A repórter da CBN São Paulo Larissa Calderari estava ao vivo, na rua Libero Badaró, no Centro da capital paulista, quando um homem passou correndo e roubou o celular da