BEBÊ DE RONDONÓPOLIS QUE NASCEU APÓS MORTE DA MÃE RECEBE ALTA

BEBÊ DE RONDONÓPOLIS QUE NASCEU APÓS MORTE DA MÃE RECEBE ALTA

Luiza Vitória nasceu após morte da mãe e foi salva pela equipe do SAMU

Médica Luciana Horta segura nos braços Luiza Vitória

Nesta quarta-feira (5) uma boa noticia, Luiza Vitória a bebê que nasceu no dia 17 de fevereiro após um parto de emergência depois que a mãe Iolanda Pimentel morreu ao passar mal em casa.  Recebeu alta da Santa Casa de Rondonópolis (MT) e foi entregue aos cuidados do pai e a avó.

O final feliz foi possível porque a Médica do Samu, Luciana Abreu Horta, fez Cesária e salvou bebê após a morte da mãe.

“Quando chegamos ela estava em uma cadeira e já tinha sinais de morte, não apresentava pulso. Eu pedi permissão [aos familiares] para tentar uma abordagem e salvar o neném. Foi muito rápido e a pressão foi muito grande. Emocionante tomar uma decisão dessas, perante a família, em uma situação de resgate. Foi iluminação de Deus”. Disse a médica.

Na despedida a emoção tomou conta de toda a equipe de atendimento da Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis em um momento que entrou para a história da cidade.

Apesar da lamentável situação onde a mãe faleceu, uma esperança renasce com a chegada da bebe ao lar que será motivo de alegria aos familiares onde receberá com certeza todo o amor e carinho.

 

Redação

Talvez você também goste

Destaques

BOLSONARO LIDERA PESQUISA NO DF, SEGUIDO DE JOAQUIM E LULA CAI PARA TERCEIRO

Se a eleição do presidente fosse hoje, Jair Bolsonaro (PSC) seria o mais votado no Distrito Federal com 19,9%, seguido do ministro aposentado do STF Joaquim Barbosa (14,1%) e Lula,

Destaques

Médico Paulo Forti é encontrado e tudo não passou de um “Erro de Comunicação”.

Devido a grande onda de violência que vivemos em todos os lugares a esposa do medico Dr. Paulo Forti ficou preocupada com a falta de informações sobre seu paradeiro no

Notícias

TOCA NO PAPEL QUE É GOL

Valdir Papel ídolo da torcida da União, autor do gol em 2010que deu o título mato-grossense está de volta. O União começou o ano de 2017 com pé direito e