ATRASO NA “EMISSÃO DO RG” CAUSA TRANSTORNOS EM RONDONÓPOLIS.

ATRASO NA “EMISSÃO DO RG” CAUSA TRANSTORNOS EM RONDONÓPOLIS.

DOCUMENTO PODERÁ LEVAR ATÉ 90 DIAS PARA SER EMITIDO

A demora de até 90 dias para emissão da carteira de identidade tem gerado muitos transtornos. As pessoas que necessitam da primeira ou segunda via do documento e buscam atendimento no setor de identificação de Rondonópolis ficam indignadas com o prazo que a Politec, estabeleceu para entrega do documento.

A justificativa da Sesp/Politec, é uma portaria publicada no Diário Oficial do dia 18 de janeiro, dispõe sobre a implantação do novo modelo da cédula de identidade e o período de transição necessário para a implementação.

Com a mudança, os dados serão digitalizados e impressos na cédula que conterá novos elementos de segurança, com o intuito de dificultar a falsificação.

Tudo muito válido, no entanto parece que faltou aos gestores sensibilidade ao planejar a nova ação, pois uma demora de 90 dias é inaceitável.

A demora já acarretou muitos prejuízos para quem espera o documento, inclusive para conseguir emprego e concluir cursos.

Esperamos que a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) esteja atenta para equacionar o problema o mais rápido possível.

O cidadão mais uma vez é vitima da lentidão do serviço ineficiente do estado, que somente obtém lucro através de carga tributária estratosférica e em contra partida oferece sempre um serviço questionável quanto à qualidade e agilidade.

A troca do sistema de emissão do novo RG até explica a demora, mesmo assim inaceitável.

 “Explica, mas não justifica”.

 

Por enquanto Marreta Neles!

 

 

 

 

Talvez você também goste

Notícias

POLICIAL MATA COLEGA DE FARDA AO FLAGRÁ-LO COM A ESPOSA EM MOTEL EM SC

Um assassinato foi registrado na noite de terça-feira (30) dentro de um motel localizado no bairro Pirabeiraba, na cidade de Joinville, a cerca de 176 quilômetros de Florianópolis, em Santa

Marretadas

O VEREADOR “PACIFICADOR”

O vereador Vilmar Pimentel (SD) utilizou a tribuna da câmara na sessão ordinária desta quarta feira (31) para tentar ser um “pacificador”, coisa que não parece muito seu estilo, porque

Política

“CADA UM DÁ O QUE QUISER, TAMBÉM TENHO O DIREITO DE DAR”, DIZ DEPUTADO FEDERAL.

  Após ser denunciado pelo defensor público de Mato Grosso Willian Felipe Camargo Zuquetti em uma ação na Justiça estadual, por danos morais coletivos por supostas declarações contra os gays,