ATRASO NA “EMISSÃO DO RG” CAUSA TRANSTORNOS EM RONDONÓPOLIS.

DOCUMENTO PODERÁ LEVAR ATÉ 90 DIAS PARA SER EMITIDO

A demora de até 90 dias para emissão da carteira de identidade tem gerado muitos transtornos. As pessoas que necessitam da primeira ou segunda via do documento e buscam atendimento no setor de identificação de Rondonópolis ficam indignadas com o prazo que a Politec, estabeleceu para entrega do documento.

A justificativa da Sesp/Politec, é uma portaria publicada no Diário Oficial do dia 18 de janeiro, dispõe sobre a implantação do novo modelo da cédula de identidade e o período de transição necessário para a implementação.

Com a mudança, os dados serão digitalizados e impressos na cédula que conterá novos elementos de segurança, com o intuito de dificultar a falsificação.

Tudo muito válido, no entanto parece que faltou aos gestores sensibilidade ao planejar a nova ação, pois uma demora de 90 dias é inaceitável.

A demora já acarretou muitos prejuízos para quem espera o documento, inclusive para conseguir emprego e concluir cursos.

Esperamos que a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) esteja atenta para equacionar o problema o mais rápido possível.

O cidadão mais uma vez é vitima da lentidão do serviço ineficiente do estado, que somente obtém lucro através de carga tributária estratosférica e em contra partida oferece sempre um serviço questionável quanto à qualidade e agilidade.

A troca do sistema de emissão do novo RG até explica a demora, mesmo assim inaceitável.

 “Explica, mas não justifica”.

 

Por enquanto Marreta Neles!