5 dicas para construir um bom currículo

5 dicas para construir um bom currículo

Muitos não dão a devida importância, mas os currículos têm grande papel na entrada de qualquer profissional no mercado de trabalho. Por isso, deve ser bem elaborado, claro e objetivo, sempre levando as informações para a área em que você busca se alocar.

O documento é a primeira e grande oportunidade para o profissional se apresentar para as empresas e selecionadores. Assim, é importante manter a objetividade e falar somente fatos verdadeiros sobre você, suas experiências e carreira profissional. Quer saber mais algumas dicas de como montar um currículo forte e preparado para garantir qualquer vaga? Confira abaixo!

Dica 1 – Por mais experiências que você tenha, resuma o que tem para falar

Pode acontecer de, na busca pelo trabalho ideal, o profissional ocupar diferentes trabalhos, inclusive em áreas de atuação que não são mais a que ele deseja ocupar. Assim, foque das experiências e cursos realizados para te qualificar ainda mais para a vaga que deseja ocupar. Outras informações podem ser bem vindas, mas mantenha o seu foco e resuma as informações para até duas páginas.

Dica 2 – Um livro pode até ser julgado pela capa, mas foque no seu conteúdo

A recomendação geral é que só se deve colocar sua fotografia no currículo quando ela é pertinente a vaga. Muitos profissionais sentem a obrigação de colocar seu rosto no documento, mas podem pecar ainda mais quando decidem por uma imagem pessoal, informal ou muito reveladora. Se você achar de extrema importância colocar uma foto no currículo, selecione uma imagem de boa qualidade e com formato profissional.

Dica 3 – Aponte suas forças e diferenças, elas podem sempre te ajudar a provar o quanto é capaz

Enquanto alguns escolhem por não colocar suas deficiências com medo de sofrer preconceito ou não o considerarem apto para vaga, é importante que portadores de deficiências físicas apontem em seu currículo essa informação. Isso porque existem muitas vagas disponíveis com essa especificação, o que pode ajudar no momento da seleção.

Dica 4 – Quando procurar pelo primeiro emprego use suas experiências acadêmicas e habilidades adquiridas

Montar o primeiro currículo quando ainda não se tem nenhuma experiência profissional pode ser uma tarefa difícil, mas não impossível. Isso porque, apesar de ainda não estar no mercado de trabalho, existem outras informações que fazem de você um candidato forte: suas experiências acadêmicas, estágios, cursos profissionalizantes e de extensão, trabalhos voluntários e prêmios. Reúna todas as informações importantes e mostre como você pode acrescentar à empresa.

Dica 5 – Não espere seu currículo se preencher sozinho, corra atrás e inove

Enquanto muitas pessoas acreditam que apenas cursos superiores e experiências profissionais podem deixar um currículo atrativo, outras já descobriram que mostrar entusiasmos e preocupação em se manter atualizado é muito positivo. Busque por cursos profissionalizantes, cursos de línguas, desenvolva habilidades fortes para sua área de atuação, faça aulas de oratória e nunca fique parado.

Na Acerta Cursos você encontra várias opções para deixar seu currículo mais atrativo e garantir a vaga que tanto sonhava. Confira as opções no site e entre em contato.

Talvez você também goste

RONDONÓPOLIS

PREFEITURA PAGA FUNCIONÁRIOS E INJETA R$12 MILHÕES NA ECONOMIA

Os servidores públicos municipais efetivos, ativos e aposentados da Prefeitura de Rondonópolis tiveram os salários de maio depositados nesta terça-feira (30), cerca de R$12 milhões de reais. Os valores já

Destaques

VEREADOR JOÃO MOTOTÁXI LANÇA PROJETO DE REGULAMENTAÇÃO DO UBER

O vereador João Mototáxi (PSL) avaliou melhor a questão do projeto de lei sobre o aplicativo UBER, e consequentemente explicou que seu projeto apenas propõe a regulamentação do uso de

Notícias

Vídeo feito de 1º barco a alcançar destroços mostra momentos após a queda de avião com Teori

Imagens feitas a partir de uma lancha da Capitania dos Portos em Paraty (RJ) mostram os primeiros momentos após a queda de avião que matou o ministro do Supremo Tribunal